Cerca de um mês e meio após sua estreia nos cinemas, a youtuber Kéfera Buchmann, 23, dá as caras outra vez. Agora, para viver uma protagonista de novela em "O Amor de Catarina", longa de proposta totalmente diferente do histriônico "É Fada" (2016), que marcou seu début nas telonas.

Concebida para bombar nas bilheterias, a saga da fada Geraldine arrastou uma legião de seguidores do fenômeno da internet às salas de exibição. Na primeira semana, foi o segundo filme mais visto no Brasil, perdendo apenas para "O Lar das Crianças Peculiares", de Tim Burton.

Muito menos barulhento e comercial, "O Amor de Catarina" não se preocupa em agradar a qualquer custo os adolescentes enlouquecidos por Kéfera. Nada de rostos globais, namoricos, intrigas ou piadas descoladas.

O ritmo da narrativa também não é para um público habituado à estimulação frenética. Os acontecimentos se desenrolam de forma monótona e arrastada, tal como a vida de Rose (Greice Barros), uma dona de casa que vive de migalhas de atenção do filha adolescente e do marido. Seu único consolo é acompanhar as reviravoltas de uma rocambolesca novela de época.

Nome forte do teatro, Greice Barros tira de letra o papel e ajuda a dar fôlego a uma produção que, em diversos momentos, corre o risco de afundar. A parceria em cena com Ciliane Vendruscolo (intérprete de Dolores, amiga fiel de Rose) funciona bem e é um dos méritos da produção.

Já Kéfera surge numa versão alheia às caretas e aos palavrões -sua marca registrada na internet. Ela se esforça para convencer na pele de Catarina, heroína da TV que serve de inspiração a uma geração de mulheres.

Nessa toada de "a vida imita a arte", a certa altura a saga de Catarina se embaraça com a de Rose. Instigada pela personagem da novela, a dona de casa começa a tomar as rédeas da própria história.

Embora não exatamente original, a proposta tem seu valor. Com baixo orçamento (cerca de R$ 180 mil), o filme se dispõe a fugir do óbvio, recorrendo à criatividade e improvisos.

E não será surpresa se conseguir uma bilheteria significativa. Em dez dias no ar, o chamamento de Kéfera para os fãs irem ao cinema tem quase um milhão de visualizações.

O AMOR DE CATARINA
DIREÇÃO: Gil Baroni
ELENCO: Greice Barros, Kéfera Buchmann, Ciliane Vendruscolo
PRODUÇÃO: Brasil, 2016, 10 anos
QUANDO: em cartaz
AVALIAÇÃO: regular