Letras de Renato Russo mais atuais do que nunca

Morto há 20 anos, artista criou verdadeiros hinos

Paulo Henrique Silva
phenrique@hojeemdia.com.nr
03/05/2017 às 17:45.
Atualizado em 15/11/2021 às 14:23

Bruce Gomlevsky a-d-o-r-a comida mineira. Mas quando chegar a Belo Horizonte, neste sábado, para a apresentação de “Renato Russo – o Musical”, no Sesc Palladium, o ator terá que escolher algo menos pesado para o almoço.

“É um espetáculo atlético, que me exige muito fisicamente. É preciso descansar, comer saudável para fazê-lo à noite”, registra Bruce, que tem na ponta da língua o número de apresentações, após mais de dez anos na estrada.

“Nesse sábado, subirei ao palco pela 410ª vez. Nunca tinha feito uma peça que emocionasse tanto as pessoas. É a única entre as 60 que fiz que teve essa longevidade”, destaca Bruce, que vem à capital mineira com o espetáculo pela terceira vez.

Os mais de 250 mil espectadores que já conferiram “Renato Russo – O Musical” também são atraídos pelo personagem, líder da Legião Urbana, uma das bandas mais importantes do cenário do rock brasileiro, e falecido em 1996.


Agenda cheia

“Renato era um poeta. Tanto tempo em cartaz se deve à longevidade da obra dele. É uma poesia muito consistente, universal e atemporal”, registra Bruce, que cresceu ouvindo Legião Urbana e outros ícones do BRock.
Ingredientes que levam o ator a não imaginar um encerramento tão cedo para o espetáculo. A agenda está cheia até o final do ano. “E acho que farei mais no ano que vem, pois os pedidos continuam vindo do Brasil inteiro”.
Sucesso que tem a ver com a renovação dos fãs do Legião Urbana, perceptível numa plateia formada, muitas vezes, por adolescentes. “É muito bacana apresentar para uma geração que não era nascida quando ele morreu”.

Hinos

Para Bruce, Renato Russo está mais atual do que nunca. “Canções como ‘Perfeição’ e ‘Que País é Esse?’ são hinos que falam de nossa indignação em relação a uma política cheia de sujeira, endêmica”, observa o artista.

Presente na TV com a novela “Novo Mundo”, no horário das seis da programação da Rede Globo, Bruce relembra no palco a trajetória que vai do garoto fã de punk que funda uma banda em Brasília, após passar dois anos numa cadeira de rodas.

Dirigido por Mauro Mendonça Filho, o espetáculo conta com 22 músicas de Renato Russo, totalizando 120 minutos.

Serviço: “Renato Russo – O Musical” – Neste sábado, às 20h, e domingo, às 19h, no Grande Teatro do Sesc Palladium (rua Rio de Janeiro, 1046, Centro). Plateias I e II: R$ 60 e R$ 30 (meia). Plateia III: R$ 50 e R$ 25 (meia)

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por