Há quem não acredite na influência dos astros na vida ou na personalidade. Mas, céticos à parte, a popularidade da astrologia continua sendo forte entre muitas pessoas. O tema povoa as redes sociais e pauta memes, vídeos, previsões e vários conteúdos que exploram as características dos signos. 

Embora conquiste a atenção de muita gente principalmente pelo tom divertido de grande parte dos materiais virais da internet, a astrologia constitui um campo do conhecimento com mais de 4 mil anos de existência. É o que o astrólogo, músico e escritor Waldemar Falcão, uma das referências no assunto no Brasil, demonstra no livro “A história da astrologia para quem tem pressa” (Ed. Valentina).

Em 200 páginas, o autor explica de forma didática os vários campos que podem ser explorados pela astrologia. “O livro não apresenta a história apenas no sentido cronológico. Apesar de abordar isso no primeiro capítulo, é muito mais sobre as potencialidades desse conhecimento. São inúmeras as aplicações que as pessoas não conhecem”, diz o astrólogo. 

Uma dessas possibilidades pouco conhecidas é a astrologia mundial, que trata da influência dos astros no rumo de países e também nas mudanças provocadas na Terra. “Nela, não olhamos apenas para o mapa dos países. Acompanhamos a movimentação de planetas como Urano, Netuno e Plutão”, explica o astrólogo. 

É, inclusive, com um exemplo da influência de Urano que ele ilustra a atuação nesse campo. “É o planeta que rege Aquário, um signo relacionado com a tecnologia, a velocidade e a consciência coletiva. Entre 1995 e 2002 ele passou pelo círculo de Aquário e esses foram justamente os anos em que a tecnologia explodiu, com os celulares e a internet”. 

Até mesmo as mudanças nos governos de vários países foram apontadas pelos astros, diz o autor

Mas não é apenas a chamada astrologia impessoal que ganha destaque. O grande interesse do público: os mapas atrais, as sinastrias (que são as combinações entre mapas natais de duas pessoas) e os populares horóscopos também são explorados na obra, que esclarece os erros mais comuns cometidos por leigos.

​“É um livro que tem a intenção de informar e de ensinar sobre a astrologia”, afirma.​ A obra também traz técnicas de astrolocalização e dicas de aplicativos e sites com serviços astrológicos.