Graziela Andrade inventou um "truque" para deixar a filha de dois anos na escola, sem ela chorar: é um elástico imaginário, chamado Tic Tic, que estaria ligado entre o coração das duas e que impede que elas se separem. A história inspirou a criação do livro infantil "Tic Tic - o Elástico Invísível do Coração", lançado pela Acolá Editora.

A autora lembra que as crianças muito pequenas têm muito medo de a mãe sumir. "Quando saímos de perto elas acham que nunca mais vamos voltar! Imagina a angústia desses pequenos que não conseguem elaborar e falar sobre isso", destaca.

Ela lembra que a filha - hoje com cinco anos - amava a escola, mas que não deixava a mãe sair de perto dela. "Ela se agarrava em mim, fazia birras homéricas e eu tentava de tudo. Até que um dia me veio essa ideia (do elástico)", afirma.

"O segredo que a personagem conta a crianças e adultos é que separar não é perder nem ser perdido, mas ter a chance de ser sujeito diante do outro e estar ligado pela flexibilidade que o amor deve ser capaz de oferecer", observa Graziela.

As ilustrações, feitas em aquarela, são de autoria da artista portuguesa Maria Rocha e propiciam uma atmosfera sensível que conversa com a fantasia e alegria das crianças. 

O Tic-Tic entrou na rotina da família, de uma simples ida à padaria a uma viagem além-mar. "A gente se abraçava apertado e pronunciava a palavra mágica: Tic-Tic! Isso significava que o elástico estava ligado e cada um podia ir para o seu lado!", explica Graziela.

O livro pode ser adquirido através do site da autora pelo preço de R$32,00, com frete já incluído. Em Belo Horizonte, está disponível, ainda, na Livraria Quixote. Traduzido para o inglês e francês, as versões ebook e impressa também estão disponíveis, através do portal Amazon.com.