As propostas são muitas: shorts e vestido curto, para mostrar a irreverência das botas over the knee (com cano que ultrapassa o joelho); mocassim e oxford combinados com pantacourts; e saias longa para exibir as botas de cano curto. Se o calor faz alguns mortais sonhar com temperaturas mais amenas, a lista de desejo inclui roupas das coleções do inverno 2016 e, claro, calçados novos da temporada de frio.

Calçados com status de desejo para o inverno 2016Mix
 
Mocassins,oxford, sapato boneca, botas modelo cano curto e over the knee (de cano que ultrapassa o joelho), peep toe ou escarpim? O leque é grande e não necessariamente tem função de aquecer. “A palavra que resume os calçados femininos do próximo inverno é mix porque teremos muitos estilos e muitas tendências. Calçados com personalidade brasileira e adaptados à atual situação que o pais enfrenta”, diz com propriedade Madeleine Muller, curadora dos desfiles da Couromoda 2016, importante feira de calçados e artefatos de couro da América Latina, que aconteceu em janeiro deste ano.
Vitrine para a indústria nacional, a Couromoda ratificou as principais apostas do inverno 2016. Entre elas, três macroten-dências: tomboy, anos 70 e romance, que foram detalhadas para o Hoje em Dia, por Silvia Machado, a nova diretora da Arezzo.

Sapato GiseleLa Bündchen

A famosa marca de calçados inaugura a coleção do inverno 2016 com ninguém mais que Gisele Bündchen. A supermodelo se autofotografou, com um comando de longa distância acoplado à máquina e explorou as belezas do cotidiano na nova coleção. “A Arezzo não havia feito uma parceria tão forte como a da Gisele (Bündchen). Ela não está assinando a coleção, que tem um total de 20 produtos, com logo exclusiva, palmilha diferenciada”, afirma Silvia.

Entre os temas que prometem seduzir a consumidora antenada, o tomboy, segundo Silvia, brinca com o dualismo feminino/masculino e promete estender seu reinado de inverno para o próximo verão.
Sapato Gisele

 
TOMBOYAREZZOConforto

“Nesta tendência, entram os mocassins, os oxfords, muito calçado em verniz e em preto e branco, com tachas, saltos blocados e multifivelas”. Ela acrescenta ainda que a Arezzo revisitou o estilo utilizando rebites menores e delicados para tirar o ranço de sapato masculinizado que a brasileira torce o nariz.

Resultado da parceria entre a marca Dumond e a blogueira Camila Coutinho, a minicoleção do inverno 2016 tem modelo de calçado que faz referência ao universo masculino. É o caso do slipper com tachinhas douradas. Marcas como Saint Laurent, Givenchy e Louis Vuitton também mostraram calçados neste estilo durante os desfiles do inverno 2016.

Romance IdealRomance ideal
 
A magia que o calçado de inverno exerce em uma mulher pode ser creditada ao clima de romance que tomou conta das coleções.
Trabalhada com mais opulência, a referência romântica é ancorada em aplicações de pedrarias, tecidos nobres como veludo e jacquard, além de bordados em alto-relevo e o lace up shoes - no bom português, amarrações que continuam firme e forte.

Botas
Folk

A terceira tendência em calçados – os anos 70 – injeta longevidade de sobra para manter o clima folk na temporada. E dá-lhe uma lista de referências e elementos herdados da época, como cartela empoeirada de tons camelo, couro mestiço, acamurçados, franjas, barbicachos (aglomerados de franjas enrolados em forma de pingente e a franja no centro delas) e tressês. “Para a Arezzo é importante destacar a força dos tressês e os materiais rústicos. Os tressês estão dentro de nosso DNA”. Silvia aponta a importância das botas com tamanhos de canos diferentes, as de cano curto – western e a de bico arredondado – e as over the knee.


PatBoPatBo para Uza Shoes tem 18 calçados

Resultado da parceria entre a marca de moda festa PatBo e a Uza Shoes, a minicoleção, composta por 18 itens, foi inspirada no tema “Vicking nômade” da PatBo e que foi apresentada no inverno 2016 do São Paulo Fashion Week. A estilista Patricia Bonaldi seguiu o mesmo norte, apostando em detalhes preciosos, para a criação dos calçados cheios de estilo. Figuram desde modelos com bordados florais de linha a calçados com texturas em couro e recriados em materiais como suede, palha, corda de seda e cordões. Os produtos PatBo para Uza Shoes serão vendidos nas lojas da PatBo, no site da Uza (www.uzashoes.com.br) e em multimarcas de sapato pelo Brasil. A coleção-cápsula desembarca nas lojas a partir de março com preços médios de R$450,00.

Luxo, conforto e texturas se destacam nos Sucesso da Dumond por Camila Coelho

A história entre a Dumond e a blogger Camila Coelho (Garotas Estúpidas) começou em 2013 quando a moça estampou a capa e o recheio da primeira revista do grupo. Na mesma época, a blogueira participou da primeira coleção-cápsula de quatro peças para a grife. De lá para cá, já são seis coleções, todas sinônimo de sucesso nas lojas da rede. Em média, a parceria Dumond por Camila Coutinho lança cinco peças inéditas e sempre seguindo o calendário de moda. Dessa vez, a nova coleção reúne oito itens (seis calçados e duas bolsas) e começa ser vendida nas lojas em março. O “Garota Estúpidas” tem seis milhões de pageviews por mês e figura em quinto lugar entre os blogs de moda mais influentes de mundo (único brasileiro na ranking), segundo signature9.com.
 

Luxo, conforto e texturas se destacam nos Luiza Barcelos para todas as mulheres

As amarrações, assim como nós, voltas e trançados, são suprassumo junto com o colorido e as texturas, na nova coleção da mineira Luiza Barcelos. No inverno 2016 de “Crie Laços – Mulheres que assinam sua própria história”, cartela de preto, branco, turmalina, azul royal e rubi, além de enfeites, pelos e poás.
O conceito colaborativo, desenvolvido por toda a equipe da marca de calçados e bolsas, é inspirado em um mundo digital e altamente conectado, que perdeu um pouco do afeto e do contato. “Crie Laços é um convite às pessoas a não serem reféns da tecnologia, mas saberem usá-la para estreitar as relações. Podemos estar conectados, podemos curtir e compartilhar, mas também precisamos do contato pessoal, da conexão humana, e não apenas virtual”, explica a diretora criativa, Luiza Márcia Barcelos.
Para a campanha do inverno 2016, a marca investe em um filme manifesto produzido com seis modelos, de 18 anos a 55 anos, que representam a multiplicidade da mulher Luiza Barcelos. O texto narrado é marcante e fala sobre os possíveis caminhos dessas mulheres.