Músico e ator há mais de quarenta anos, o mineiro Leri Faria Junior morreu neste domingo (28), vítima de um tumor no cérebro. A notícia foi anunciada por amigos nas redes sociais. 

O escritor e criador do Sempre Um Papo, Afonso Borges, lamentou a morte do colega nesta manhã no Facebook. "Perder amigos é o mais difícil aprendizado da maturidade. Leri foi descansar entre os bons. Domingo de luto em Minas", escreveu.

O ator Léo Quintão, da Companhia Pierrot Lunar, também fez um texto em homenagem a Leri. "Obrigado por tudo, camarada. Pelas lutas, pela música, pelo violão muito bem tocado, pelos casos de Paris. Obrigado. Amigo querido, artista ímpar, ator divertido, locutor com enormes possibilidades. Obrigado pelos encontros nas gravações, nas divertidas horas que passávamos esperando pra gravar e sempre nos divertíamos", disse nas redes sociais.

Leri atuava como cantor, compositor, ator e apresentador de programas de rádio e televisão. Era membro do coletivo Vozes de Minas, antiga Associação dos Locutores Profissionais de Minas Gerais, que reúne narradores, dubladores para criar peças de comunicação em áudio e vídeo.