A ordem de serviço para o início das obras de restauração da Igreja Matriz de Santo Antônio, em Ouro Branco, na região Central de Minas Gerais, foi assinada nesta quinta (13). Para as intervenções, recursos da ordem de R$ 1,3 milhão oriundos de verbas federais de direito difuso do Ministério da Justiça.

Entre as obras previstas estão o agenciamento externo, a limpeza da cantaria, a intervenção na pavimentação de ladrilho hidráulico e no tabuado, a revisão das escadas, dos rebocos, alem de pintura geral.

A Matriz foi construída no século XVIII e é considerada um exemplar importante do barroco mineiro, contando em seu interior com pinturas do Mestre Ataíde. Tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional em 1949, ela foi feita por iniciativa das irmandades do Santíssimo Sacramento, Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e São Benedtio.

Leia Mais:
Vandalismo: escultura de escritor mineiro é arrancada da Biblioteca Pública de Minas Gerais
Igrejas tombadas pelo Iepha começam a ser restauradas em Minas