O cineasta polonês Andrzej Zulawski morreu em consequência de um câncer aos 75 anos, informou nesta quarta-feira a Associação de Cineastas Poloneses. "Confirmo o falecimento", declarou à AFP uma porta-voz da associação. Diretor, ator e roteirista, Zulawski rodou muitos de seus filmes na França, entre eles "L'amour braque".

Entre os filmes que dirigiu, estão "As minhas noites são mais belas que os vossos dias", "A mulher pública" e "O importante é amar". Seu filho, Xawery, também diretor e roteirista, postou em seu Facebook que o pai estava em fase terminal. "É uma grande perda para o cinema polonês e mundial", declarou o crítico de cinema Janusz Wroblewski, que o considera um realizador muito radical e inovador para sua época.

"Elaborou sua própria linguagem, muito pessoal e original. Era provocador e rompia com muitos mitos poloneses. Introduziu o erotismo em seus filmes. Agora são clássicos do cinema, mas, na época, eram obras de vanguarda", afirmou. Ele deixa três filhos, sendo um da atriz francesa Sophie Marceau, de quem se separou em 2001.