Fragmentos de escrita podem servir de estímulo ao hábito de leituras integrais para o público infantojuvenil. A premissa, que pode parecer contraditória em um primeiro momento, é o mote da exposição “Admirável Mundo Louco”, que mergulha no universo de imaginação e criatividade da escritora Ruth Rocha com nove banners contendo trechos de sete livros, além de oficinas e sessões de contação de histórias. O projeto está em cartaz até o fim de novembro, na Biblioteca Pública Luiz de Bessa, na Praça da Liberdade.

“Em um universo tão digital e tão fragmentado, em que as pessoas têm o hábito de ficar nas redes sociais e consumindo fragmentos de informação, é cada vez mais importante que a gente estimule leituras completas de títulos inteiros, sejam eles físicos ou na versão digital, ou você fica ciente apenas daqueles pequenos fragmentos”, pontua Amanda Lopes, curadora da mostra e professora de Artes do Colégio Loyola.

RUTH ROCHA

Exposição apresenta leitores às obras da escritora Ruth Rocha, que tem mais de 200 livros publicados

Foi no colégio que a exposição foi montada pela primeira vez, há dois anos, em comemoração ao cinquentenário de carreira de Ruth Rocha. A iniciativa chamou a atenção das escolas municipais Marconi e Theomar de Castro Espíndola, que receberam “Admirável Mundo Louco” depois, e despertou interesse da Biblioteca Pública, que solicitou o material. 

“O conteúdo das obras dela é bem próximo do universo infantil. Ruth Rocha tem uma facilidade de se comunicar que desperta a curiosidade dos meninos na hora em que eles leem”, indica a curadora, que já diz trabalhar com livros da escritora há alguns anos. Hoje com 88 anos, a autora tem mais de 200 livros publicados e traduzidos para 25 idiomas. Membro da Academia Paulista de Letras desde 2008, ela continua produzindo. 

E já que a ideia é pescar leitores por meio de um primeiro contato intrigante, Amanda Lopes não pestaneja ao citar o melhor título de Ruth Rocha para quem quiser conhecê-la: “Marcelo, marmelo, martelo”, maior sucesso dela, com mais de 70 edições e 20 milhões de exemplares vendidos.

ADMIRÁVEL MUNDO LOUCO

Banners, oficinas e contação de histórias são atrações abertas ao público e gratuitas

“É um livro divertido sobre uma criança que inventa palavras, abre os horizontes da imaginação”, recomenda Amanda. Além desse, também há trechos dos livros “A escola do Marcelo”, “Eugênio, o gênio”, “Mil pássaros pelos céus”, “O amigo do rei”, “O coelhinho que não era de páscoa” e “Quem tem medo de monstro?”.

Serviço
Exposição “Admirável Mundo Louco”, de Ruth Rocha
Até 30 de novembro
Biblioteca Pública Luiz de Bessa (Praça da Liberdade, 21 – Funcionários)
Aberta de segunda a sexta, das 8 às 18h
Entrada gratuita