A mostra "Mulheres com Cinema: Retrospectiva Malva" apresenta, até o dia 24, uma programação gratuita de filmes nacionais contemporâneos que se destacaram nas últimas edições da "Mostra de Cinema Feminista", realizada pela Coletiva Malva, coordenada por Daniela Pimentel e Rita Boechat. Serão exibidos 36 filmes programados a partir da sua relevância na formação do cinema nacional contemporâneo, salientando também suas contribuições às pautas dos feminismos em voga.

Foram contempladas obras oriundas de 13 estados do país, proporcionando um leque de diversidade sobre as direções e composições. As sessões estão distribuídas na plataforma Cardume.tv . Cada filme ficará disponível por 24h e, na sexta (22), acontecerá uma sessão com acessibilidade via legendagem descritiva.

Serão apresentados filmes nacionais produzidos entre 2009 e 2020, contemplando obras premiadas em suas trajetórias e que levantam debates importantes no pensamento do audiovisual e nas pautas feministas brasileiras. Em destaque, encontram-se Rainha, de Sabrina Fidalgo; Meio Fio, de Denise Vieira; Fantasia de Índio, de Manuela Andrade; Retalho, de Hannah Serrat; Diva, de Clara Bastos; Entremarés, de Anna Andrade; Soy (Sou), de Dê Kelm; Tia Ciata, de Mariana Campos e Raquel Beatriz; Tailor, de Calí dos Anjos; Casca de Baobá, de Mariana Luiza; Ari y Yo, de Adriana de Faria; Ângela, de Marília Nogueira; Baile, de Cíntia Domit Bittar; e Perifericu, de Nay Mendl, Rosa Caldeira, Stheffany Fernanda e Vita Pereira. 

Realizada pela Coletiva Malva desde 2015 em Belo Horizonte, a "Mostra de Cinema Feminista" se propõe a ser um espaço de fruição e fomento ao audiovisual realizado por mulheres cis e trans, pessoas não binárias e homens trans, culminando, também, em espaço de debate e construção de pautas feministas atuais ressaltadas pelos próprios filmes em cartaz. 

Em sua primeira edição, foram exibidos 21 filmes produzidos em cinco estados brasileiros, compondo a programação do evento "DiversaS: Feminismo, Arte e Resistência". A segunda edição exibiu 53 filmes de 12 estados do país.

Na primeira e na segunda edições, a proposta ocupou espaços públicos e culturais da capital mineira, levando em si a prerrogativa da diversidade também nos locais de exibição. Da terceira à quinta, a mostra foi realizada em parceria com o Sesc Palladium, somando a força da sala de cinema com a potência do evento, exibindo 82 filmes em 2019 e levando 875 pessoas à sala de cinema.

Em 2021, em sua sexta edição, em formato totalmente online, a mostra aconteceu dentro da plataforma Cardume.tv exibindo 128 filmes nacionais e internacionais.

Leia Mais:
Com Cacau Protásio, comédia 'Amarração do Amor' aborda intolerância religiosa
Em cartaz nos cinemas, novo 'Halloween' gera sustos para promover reflexão
Missão russa gravou o primeiro filme de ficção fora do planeta