Com sua visitação presencial interrompida desde março, em função da pandemia do novo coronavírus, a mostra Retratistas do Morro será retomada virtualmente a partir desta terça-feira (1), no site da Fundação Clóvis Salgado (FCS). Haverá uma abertura oficial, por meio de uma transmissão ao vivo, às 20h, no YouTube, com participação do coletivo Favelinha Dance e playlist especial da DJ Sandrinha.

A mostra compreende ainda produções audiovisuais, como vídeos, entrevistas com os fotógrafos João Mendes e Afonso Pimenta e uma conversa com o curador Guilherme Cunha.

“Tornar Retratistas do Morro uma mostra on-line é proporcionar uma perpetuação das imagens em um suporte distinto, traduzindo-o e adicionando diferentes camadas de interpretações nas imagens”, destaca Cunha.

Foto

“O cuidado e a delicadeza que conferimos às imagens também foram aplicados ao ambiente digital, e os visitantes da mostra poderão experimentá-la de forma diferente, mas não menos interativa e afetiva. A fruição das fotografias que ocupam o espaço da galeria passa a assumir uma perspectiva de materialidade diferente: a virtual, que possibilita a visitação de diversas pessoas de forma simultânea, mesmo que elas estejam em localidades distintas”, completa.

Segundo o curador, as fotos de Mendes e Pimenta revelam versões de histórias da metrópole e das populações de favela no Brasil. “João e Afonso possuem uma trajetória artística que ultrapassa a noção do documental e passa a ser biográfica. Ambos representam suas trajetórias de vida, lutas e conquistas, entrelaçadas ao cotidiano de moradores do Aglomerado da Serra, que são seus pares, já que também eles moram no local”, comenta.

Foto