Criado em 2007, o Movimento Soul BH transforma a cidade num grande templo da black music. Ganhou reconhecimento em nível nacional pela divulgação e valorização da cultura negra e, embora tenha surgido em espaços públicos, como ruas e praças, tem se reinventado e conquistado novos e importantes territórios. Um deles é o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, que tem programação gratuita ao som de James Brown, um dos ícones do gênero musical. 

Amanhã, a festa toma palco no pátio central do museu, localizado na Praça da Liberdade, e terá discotecagem do DJ Sir Walter Soul. O público poderá dançar junto com bailarinos as coreografias e passinhos tradicionais do gênero e curtir o visual característico – ternos e sapatos bicolores. No domingo, a programação acontece no Parque Municipal. 

O Movimento Soul BH foi criado pelo DJ Walter Pinheiro (DJ Sir Walter Soul), com o apoio do DJ Delson Valério. Em pouco tempo tornou-se o maior movimento cultural de rua de BH e do Brasil, tendo como primeiro palco a Praça do Cardoso, no bairro Serra. De lá para cá, são realizadas manifestações artísticas todo mês na Praça Sete, no Viaduto Santa Teresa, e também na Praça da Savassi, sempre com o intuito de levar ao público música e dança, por meio da arte do movimento do corpo.

MUDANÇA

Para Alexandre Milagres, curador da programação do MM Gerdau, o evento é oportunidade para conhecer um pouco da cultura soul. “O movimento promove uma viagem para a época em que o soul tinha força no mundo. Porque as pessoas não vão apenas para escutar as músicas. Elas vão caracterizadas, dançam como se estivessem em outra realidade”. 

Milagres ressalta que apesar de ter o espaço do MM Gerdau como sede, o evento é dos amantes do soul. “Queremos que o público entenda o museu não apenas como um espaço cultural, mas também como a casa do soul”. Mas reforça a potência de eventos que levam para o museu manifestações culturais que ocupam diferentes espaços da cidade. “É importante para que o público entenda que o museu não está separado da vida das pessoas. Ele é uma extensão da rua”. 

Soul é um gênero musical dos Estados Unidos que nasceu do rhythm and blues e do gospel no fim da década de 1950 e início da década de 1960 entre os negros. Durante a mesma época, o termo já era usado por lá como adjetivo usado em referência ao afro-americano. 

Movimento Soul BH ocupa o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal (Praça da Liberdade, s/n – Funcionários), amanhã, às 19h. Entrada gratuita. Sujeito à lotação.