Dias atrás eu escrevia que os tênis mereciam uma coluna para contar sua evolução e aqui ela está. A história do protagonista desta vez mistura-se com a das grandes marcas que o produzem.

Lá em 1830 criou-se o precursor do tênis, o plimsoll, que era uma versão dos calçados esportivos com solado de borracha e gáspea em lona. Quando, em 1892, a Goodyear licenciou o novo processo de vulcanização da borracha, deu-se início a uma nova era. Não conhecem um tênis tão antigo, correto? Errado. Estes são os Keds, que em 1916 começaram a ser produzidos e até hoje estão presentes entre os jovens.

Um ano após, em 1917, a Converse lançou o primeiro tênis especializado para basquete da história, o All Star. Contou com a ajuda do jogador Charles “Chuck” H. Taylor para promovê-lo em 1921 e, dois anos depois, um selo era colado no tênis para agradecê-lo. Longe das quadras, o All Star assumiu uma importante função na moda, já que representa o espírito rebelde e livre dos jovens desde a década de 50 até os dias atuais. A partir de 1970, outros materiais, como couro, camurça, vinil e maconha (isso mesmo!) substituíram a antiga lona e os canos foram cortados, dando vida aos low-cuts.

Deixemos a batalha entre Keds e All Star de lado e vamos para outro duelo: Adidas versus Puma. Os irmãos Adolf e Rudolf Dassler fundaram, em 1924, a fábrica de calçados dos irmão Dassler, na Alemanha. A dupla produziu um calçado de corrida e convenceu pessoalmente o americano Jesse Owens a usá-lo nas olimpíadas de 1936. E o que eram flores virou uma grande briga. Em 1948 a sociedade foi desfeita e Rudolf fundou a RuDa (junção de seus nomes) que depois mudou para Puma, e Adolf criou a adidas (com letra minúscula mesmo) que vem do apelido dele – Adi – e das iniciais do sobrenome Dassler. Um lançava um produto e logo depois um semelhante era lançado pelo outro, como o Puma Suede de 1967 (relançado em 2007) e o Adidas Campus. Na moda as duas marcas se consagraram entre os fãs da cultura hip hop.

A mais surpreendente história foi em 1970, quando o líder da empresa Blue Ribbon Sports (que só revendia tênis) Bill Bowemann, ao ver a esposa preparar um waffle, resolveu colocar poliuretano líquido na máquina. Estava criado o solado Waffle. Em 1978, a BRS muda o nome para Nike e já não preciso falar mais nada. São milhares de produtos e parcerias importantes, como a com o jogador Michael Jordan para o lançamento do Air Jordan em 1984 (existem versões até hoje).

Minha vontade é continuar escrevendo, mas o espaço não me permite (que pena!). Escolhi, então, finalizar com um exemplar que se tornou ícone da moda feminina dos anos 80, o Reebok Freestyle de 1982. Busque os seus na memória (com certeza você teve um de cada cor) e relembre os bons e velhos tênis, ops...momentos.