A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) faz 60 anos dia 13 de setembro e, como parte das comemorações, viaja em turnê por cinco capitais brasileiras na segunda quinzena deste mês. Tendo à frente sua diretora musical e regente titular Marin Alsop e o jovem e premiado pianista russo Dmitry Mayboroda, como solista convidado, a turnê começou dia 17 em Salvador, passou pelo Rio de Janeiro (terça) e desembarca nesta quinta-feira (21) em Belo Horizonte – mais precisamente, no Grande Teatro do Palácio das Artes. Da capital mineira, os 115 músicos seguem para Porto Alegre (dia 22) e Curitiba (dia 23).

O programa inclui obras representativas das principais vertentes estéticas contempladas pela Temporada da Osesp, demonstrando a vocação local e global da Orquestra, integrada ao circuito internacional da música clássica, e abrange tanto o repertório nacional, de diversos períodos e tendências, como peças que fazem parte do cânone sinfônico executado pelas melhores orquestras do mundo.

A apresentação abre com “Alvorada”, da ópera Lo Schiavo, de Carlos Gomes. Em seguida, vem o Concerto Para Piano em Lá Menor, Op.16, de Grieg, solado pelo pianista Dimitry Mayboroda, um legítimo representante das novas gerações, com projeção internacional. Para encerrar, a Sinfonia nº 5 em Mi Menor, Op. 64, de Tchaikovsky, obra de grande tradição sinfônica, que explora ao máximo os talentos dos músicos da Orquestra.

Não são obras escolhidas ao acaso, como explica o diretor artístico, Arthur Nestrovski: “Alvorada” tem um toque de trompetes que se tornou o toque sonoro da Sala São Paulo. É símbolo da nossa casa e da nossa dedicação à música brasileira. O concerto de Grieg, aliado à presença de pianista Dmitry Mayboroda, cumpre dois papeis: lembrar o nosso apoio às novas gerações e nossa posição de internacionalização no circuito da música. Já a sinfonia de Tchaikovsky prova nossa devoção ao grande repertório orquestral. É uma glória sinfônica do século 19”, diz Nestrovski. l

Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo 

Nesta quinta-feira (21), às 20h, no Grande Teatro do Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1.537, Centro – Telefone: 3236-7400).
R$ 50 e R$ 25 (meia)