Parte da programação do aniversário de 122 anos de Belo Horizonte, o Descontorno Cultural agita a capital mineira com mais de 200 atrações gratuitas em 17 centros culturais entre  os dias 6 e 8 de dezembro. O tema desta edição é "A Cultura Circulando por Toda a Cidade". 

Para facilitar o acesso aos locais, vans e ônibus farão o transporte gratuito do público por todos os palcos do festival. 

A abertura do evento nesta sexta-feira (6), conta com os shows da mineira Tamara Franklin, às 19h30, e do rapper paulistano Rincon Sapiência, às 20h30, no Viaduto Santa Tereza. Além disso, os artistas do VJ Suave misturam tecnologia e street art com projeções de animações nas paredes.

Pequeno Príncipe Orquestra Ouro Preto

Orquestra Ouro Preto traz a apresentação O Pequeno Príncipe para o festival

O primeiro dia também traz o lançamento do Circuito Municipal de Cultura para valorizar a produção artística-cultural local e nacional. Neste caso, o projeto irá ocupar, nos próximos 12 meses, parques e praças da cidade, além do Viaduto Santa Tereza e a Praça da Estação com mais de 150 atrações artísticas.

No sábado (7), as atrações ficam espalhadas em nove centros culturais nas regiões do Barreiro, Leste, Nordeste, Centro-Sul, Norte, Noroeste e Pampulha. Entre os destaques estão as apresentações do grupo de teatro Cia El Individuo, às 14h, no Centro Cultural Vila Santa Rita, e o show “Oná”, do mineiro André Oliveira, às 16h, no Centro Cultural Lindéia Regina, ambos no Barreiro.

O último dia do evento, no domingo (8), promete apresentações de Sérgio Pererê, às 18h, e em seguida, às 19h30, Maurício Tizumba, no Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira. A Orquestra Ouro Preto também está na programação com apresentação do clássico O Pequeno Príncipe, às 17h, no Circuito Municipal de Cultura. A programação completa pode ser conferida aqui.

O Descontorno Cultural

Na 6ª edição, o festival busca dar visibilidade e incentivar as produções culturais de artistas da cidade e outros locais, além das ações desenvolvidas ao longo do ano nos 17 centros culturais municipais. Os centros culturais estão localizados em todas as regionais da capital e contam com a participação das comunidades, desde a criação à construção das programações. O evento é gratuito e contempla todas as faixas etárias.

*Amanda Souza, sob supervisão de Cássia Eponine.

Leia mais:

BH vai sediar a 1ª edição da Festa do Queijo; evento tem entrada franca e acontece neste domingo
Jorge Ben Jor faz show de graça na Praça da Estação no dia 12 de dezembro
Presente de aniversário: BH ganha seis lunetas de observação na orla da Lagoa da Pampulha
Arte, cultura e shows marcam programação dos 122 anos de Belo Horizonte