Em iniciativa inédita, a TV Globo altera, a partir do paredão desta terça (23), a forma de calcular os votos que eliminam os participantes do "Big Brother Brasil". A mudança de regras surge em plena competição, sendo que candidatos já foram eliminados nesta edição utilizando o modo antigo de votação.
Por meio de um comunicado oficial, a Globo afirmou que o fato de o novo sistema ser implantado no meio do "BBB 16" não vai interferir na sequência do programa.

O novo modo de contagem vai levar em consideração a origem do voto, ou seja, de que região do país ele vem. O apresentador Pedro Bial divulgou a novidade na última terça-feira, um dia antes de surgirem denúncias de vazamento dos resultados do paredão na internet. A emissora, no entanto, não explicou os motivos que a levaram a adotar a nova medida. Esta é a  primeira vez, em 16 edições do "BBB", que a Globo faz uma mudança no modo de o espectador definir o eliminado do reality show.

A emissora ainda afirmou, em nota, que a mudança faz parte de sua estratégia de surpreender os espectadores e implantar surpresas na atração. "O resultado vai mostrar a cara de cada região do país. É uma maneira de saber como vota o Brasil." As regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste terão apurações separadas, e cada área representará um ponto na votação pelo site. Os votos por telefone e por mensagem de texto continuam. Eles serão contabilizados e somarão mais um ponto.

"É BENÉFICA"
Max Porto, vencedor do "Big Brother Brasil 9", disse que a alteração no sistema de votos é benéfica. "Acredito que a mudança seja válida, pois o programa sofre com o descrédito e a desconfiança de algumas pessoas há algum tempo. Acho que a Globo está buscando modos de garantir a honestidade da atração."

Porto ainda lembra que, fora da casa, percebeu que não foi o favorito, mas conseguiu a vitória apenas com a força de seus fãs. Ele foi o vencedor da edição de 2009 com uma das menores diferenças de votos da história do programa. O carioca foi escolhido por 34,85% dos votantes, enquanto Priscila, a segunda colocada, teve 34,61%. Francine foi a terceira.

SEGURO, SEGUNDO ESPECIALISTAS
Apesar da polêmica em torno da nova forma de contagem de votos do "BBB", especialistas dizem que a votação pela internet é segura. O site do programa usa o sistema captcha para garantir que robôs (programas que entram em sites para realizar comandos automáticos) não votem em série. No captcha, a confirmação do voto só acontece após a pessoa digitar uma palavra, um símbolo ou uma sequência de números escolhido pelo sistema.

"Como toda programação de computador, pode haver falhas. Mas, de modo geral, o sistema é seguro", diz Marcelo Knorich Zuffo, professor do departamento de engenharia de sistemas eletrônicos da USP. David de Oliveira Lemes, professor do departamento de computação da PUC-SP, concorda. "O captcha ganhou atualização desde que foi comprado pelo Google. Ele é eficiente."

RESULTADOS VAZAM
Um estudante de São Paulo descobriu uma maneira de ver os resultados dos paredões do "BBB 16" antes que eles fossem anunciados oficialmente pelo apresentador Pedro Bial. Em reportagem da Folha de S.Paulo, que não o identificou, ele disse que "qualquer pessoa que entenda um pouco de desenvolvimento de web consegue pegar esses resultados". Desde o dia 3, ele tem antecipado os resultados dos paredões com precisão.

O estudante também afirmou que não invadiu o sistema da Globo, fato que foi confirmado pela emissora. A Globo diz que a mudança no sistema de votação não tem a ver com o caso e que monitora os sistemas.