Rico, bonito e requintado... Um verdadeiro aristocrata. Aparentemente, Philippe (Marcello Airoldi) tinha a vida perfeita. As coisas, porém, viram de cabeça para baixo quando sofre um acidente e fica tetraplégico. Ele precisa de um assistente e acaba contratando Driss (Ailton Graça), que, no entanto, não leva jeito para cuidar de ninguém, menos ainda de alguém naquele estado. A dupla tem tudo para não se dar bem, já que, além das diferenças sociais, são gritantes as divergências ideológicas. Porém, a despeito de tudo isso, surge entre os dois uma amizade com raízes profundas.

Não estranhe se esta história parecer familiar. Intitulada de “Intocáveis”, a peça é, sim, baseada no bem-sucedido longa homônimo, de Éric Toledano e Olivier Nakache, lançado em 2011, que, por sua vez, foi inspirado no livro autobiográfico “O Segundo Suspiro”, de Philippe Pozzo di Borgo.

Com direção de Iacov Hillel, adaptação de José Rubens Siqueira e produção de Marcella Gutmann, a comédia dramática está em cartaz neste fim de semana no Cine Theatro Brasil.

Conforme lembra Airoldi, 45, transpor a obra para o teatro foi um grande desafio para a equipe. “O cinema te dá um espaço imediato. No teatro, tudo isto é substituído pelas ações dos atores. Nós, por exemplo, não temos Paris (onde a história se passa), mas temos o poder da palavra e da imagem, e a imaginação da plateia”.

Desafiante

Instigado pelo personagem, o ator não se limitou aos ensaios no palco para encarná-lo. “Estivemos com médicos e fisioterapeutas para entender o que acontece com o corpo e a cabeça depois de um acidente como este. Cheguei também a levar a cadeira de rodas para a casa para me sentir íntimo dela. Assim, o meu corpo foi entendendo como era não ter vida, já que o Ailton (Graça) me tira da cama para colocar na cadeira, por exemplo, e eu não posso reagir”.

Lições, Airoldi diz ter tirado muitas. “A história envolve uma relação de amizade e de solidariedade e acredito que o mundo precisa disso, desta compreensão. Então, se há uma grande mensagem, ela é o não preconceito existente nas relações de amor”.

A peça “Intocáveis” tem sessões neste sábado (17), às 21h, e domingo, às 19h, no Cine Theatro Brasil Vallourec (Praça 7, Centro). Ingressos a R$ 40 e R$ 20 (meia)