Depois que passou a usar as redes sociais, estimulado pela filha Júlia, o gari Tales Marcelo Alves virou celebridade, chamando a atenção pela boa estampa. Com 22 mil seguidores do Instagram, ele já é reconhecido nas ruas. Entre uma coleta e outra para despejar no caminhão, não são raros os pedidos de selfie, principalmente de mulheres.

"Chego até a perder o caminhão para atender as fãs. Quando percebo, ele já está longe e tenho que correr pelos quarteirões atrás dele", diverte-se Tales. Não faltam brincadeiras como "Quero você dentro do meu saco de lixo" ou "Vou estar na porta para lhe entregar o meu lixo". Ele leva tudo no bom humor, mesmo quando as cantadas partem de homens. "Aviso que sou hétero, mas respeito", relata Tales, que é divorciado.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Faça valer a pena sempre ❤🤩👏👏

Uma publicação compartilhada por TalesGari (@talesgari) em

Os vídeos postados nas redes sociais, em que mostra a sua rotina como gari, em Belo Horizonte, chegaram até uma agência de modelos e Tales foi convidado para participar do concurso "Mister BH".

Ele está há dois anos trabalhando como gari e tem os pés bem firmes no chão em relação ao futuro. "Batalhei para entrar nesta empresa e tomei amor pelo que eu faço. Para largar, teria que ter algo mais seguro".

Alves mora no bairro Cabana, região Oeste de BH, e antes de ser gari era repositor de supermercado. "Eu que levava o lixo para fora e via a alegria dos garis para trabalhar. Sempre perguntava para eles sobre a possibilidade de uma vaga até que um dia um deles viu que eu queria muito e me indicou, dizendo para eu ver antes se iria aguentar", lembra.

Com 30 anos, o gari achava que estava um pouco velho para iniciar uma carreira como modelo. "Achava que isso iria atrapalhar um pouco, mas o pessoal da agência me disse que até 33 anos é aceito. Então, foi por pouco", diverte-se Alves, que avisa que não irá perder a simplicidade com a fama repentina. "Não vou deixar subir à cabeça", garante.

Confira a galeria de fotos: