Editada agora pela PBB Entertainment, a Playboy volta às bancas em abril reformulada, especialmente em sua linha editorial. A partir de agora, a publicação masculina mais famosa do mundo não pagará cachês por ensaios fotográficos. A revista afirma "que a nudez não deve ser comprada" e o "corpo da mulher não tem preço". O mesmo já havia sido feito pela marca nos Estados Unidos.

Segundo texto enviado à imprensa, a revista diz que "a mulher não será objeto de nudez, ela terá voz na revista e suas histórias de vida serão valorizadas A nudez irá sempre existir, o que muda é o tom e o olhar sobre essa estrela".

O texto fala ainda que "a nova Playboy aposta no reposicionamento dos valores editoriais da marca, atualizando sua filosofia", para acompanhar o "Progresso da sociedade". Reitera ainda que vai manter o conteúdo jornalístico e de bom humor.

Nesse texto, não há menção aos problemas financeiros vivenciados pela publicação nos últimos anos, enquanto era editada pela Abril, nem pela crise sofrida pelo mercado de revistas no país e no mundo.

A estrela da primeira capa da nova Playboy será anunciada na tarde desta quinta (4).