O Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes, foi palco, nessa terça-feira (26), da solenidade de entrega do Prêmio Artes Cênicas de Minas Gerais. Ao todo, 66 grupos do Estado receberam os certificados do prêmio, que está na sétima edição.

Com a presença do governador Fernando Pimentel, o secretário de Estado da Cultura, Angelo Oswaldo, e demais autoridades, a solenidade contou com a intervenção artística “Fanfalhaça”, executada pelos integrantes da Associação Pano de Roda, de Belo Horizonte, que abriu o evento.

A edição, lançada em outubro, por meio de dois editais, distribuiu R$ 2 milhões para incentivo a produções artísticas, além de melhorias da infraestrutura dos espaços para apresentações culturais.

Prêmios

Foram selecionados 36 grupos itinerantes, que receberam prêmios individuais de R$ 30 mil, totalizando R$ 1,08 milhão. São 12 prêmios para espetáculos de circo, 12 para apresentações de dança e 12 para peças de teatro.

Os demais R$ 990 mil foram distribuídos a 30 grupos cênicos para infraestrutura de seus espaços culturais.

Representando os premiados, Xisto Siman, do grupo Circovolante, de Mariana, destacou a importância desse formato de incentivo. “O formato de premiação faz com que a verba chegue às mãos de quem faz cultura. E deixe de ser vitrine para empresas colocarem suas marcas como se tornaram as leis de incentivo”.