A Prefeitura de Belo Horizonte lançará, nesta quinta-feira (29), dois editais do BH nas Telas, conjunto de políticas que visam o fortalecimento do audiovisual na capital. Ações são voltadas para o cinema, televisão e games. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura, o Programa de Desenvolvimento do Audiovisual, que é feito por meio do Fundo Setorial do Audiovisual, via Agência Nacional de Cinema (Ancine), vai injetar R$ 5,2 milhões no setor audiovisual da cidade.

As inscrições serão abertas em dois períodos distintos, respeitando a particularidade de cada um dos editais. O BH nas Telas Cinema e TV (desenvolvimento, produção e comercialização) estará com inscrições abertas de 10 de setembro a 7 de outubro. 

Já o BH nas Telas FIQ Games, destinado a games mobile baseados em HQs belo-horizontinas, será dividido em fases, a primeira para os quadrinistas, com inscrições entre 10 e 24 de setembro, e a segunda para os estúdios desenvolvedores com cadastro na Ancine, com inscrições entre 15 de outubro e 4 de novembro. 

pbh

Políticas visam o fortalecimento do audiovisual na capital

Lançamento

Nesta quinta, a prefeitura apresentará os editais com as presenças da diretora da Ancine, Débora Ivanov, do secretário municipal de Cultura de Belo Horizonte, Juca Ferreira, do secretário municipal adjunto de Cultura, Gabriel Portela, e da presidente da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin. O evento acontece no espaço A Central (praça Rui Barbosa, 104, Centro), às 19h.

O BH nas Telas reúne um conjunto de políticas que visam o fortalecimento do audiovisual na capital, com um investimento total de R$ 9,6 milhões, dividido em cinco eixos: política de preservação, política de difusão, política de formação e capacitação, programa de fomento e investimento e Belo Horizonte Film Commission.

Entre as principais ações do programa de Fomento e Investimento do setor audiovisual destacam-se três editais, que totalizam uma injeção de R$ 6,5 milhões na cadeia produtiva do setor dentro do Município.

Em junho deste ano foi publicado o edital BH nas Telas Fundo com destinação de R$ 1,3 milhão, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, para os segmentos de curta e média metragem, audiovisual comunitário, pesquisa e publicações e mostras e festivais.

A partir de agora, segundo a prefeitura, o BH nas Telas Cinema e TV (desenvolvimento, produção e comercialização) e o BH nas Telas FIQ Games completam, neste ano, os investimentos municipais no setor.

"Esse é um momento de imensa alegria para nós da Secretaria Municipal de Cultura, pois simboliza um marco dentro da produção do audiovisual da cidade. O investimento anual no audiovisual do Município será três vezes mais que a média histórica de investimento no setor. O edital para cinema e TV certamente fortalecerá as produções cinematográficas originais do município. O edital FIQ Games, por sua vez, inova aproximando o setor de jogos eletrônicos ao já tradicional setor de HQs de Belo Horizonte", salienta o secretário municipal de Cultura, Juca Ferreira. 

Mais informações estão disponíveis no site da Prefeitura de BH.