Após polêmica causada pela postagem de um vídeo em que ria de uma menina em um trem da Disney, nos Estados Unidos, o cantor MC Gui começou a perder contratos de publicidade e de shows. Nesta terça-feira (2), a Prefeitura de Cambuquira, no Sul de Minas, anunciou o cancelamento de uma apresentação que o MC faria em 2 de novembro na cidade, dentro da programação da Festa de Rua. A prefeitura destacou que não é a organizadora do evento, mas que não compactua com “gestos de bullying”:

Assista ao momento em que o cantor filma a menina:

A repercussão negativa sobre o vídeo feito pelo MC também provocou o cancelamento de um show em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, que seria realizado por uma escola de inglês. A instituição se manifestou pelas redes sociais: "O CNA Idiomas Três Lagoas/MS, através desse post, informa que foi solicitado o cancelamento do show do cantor MC Gui, que seria realizado no próximo dia 31 de outubro de 2019 em nosso evento do Halloween. Por esse motivo também excluímos o post que anunciava o evento. Reforçamos que ética e respeito fazem parte dos valores da nossa empresa e qualquer situação que vá contra nossos princípios em nenhuma hipótese é aceita", diz o comunicado.

O caso

Nessa segunda-feira (21), MC Gui publicou, em seus stories no Instagram, um vídeo em que se aproximava de uma família norte-americana, durante uma viagem de trem em Orlando, rindo de uma garotinha que estava no grupo. A criança parecia estar constrangida e incomodada com a situação, sem saber o que fazer. Muitos seguidores de MC Gui interpretaram o episódio como um caso de bullying. 

Pouco tempo depois, ele retirou o vídeo do ar e fez outra gravação, dizendo que "deu risada" porque a menina se parecia com a personagem Boo, do filme "Monstros SA". "Eu dei risada porque nunca tinha visto aquilo. E a internet está muito chata, eu não fiz bullying com a menina”, disse. Mas depois ele apagou o vídeo.

Já nesta terça, MC Gui fez um novo vídeo oficial com posicionamento, postado em suas redes sociais. Dessa vez, ele pede desculpas a quem se sentiu constrangido com o vídeo postado em seus stories. "Em momento algum eu pensei em fazer isso para atacar alguém ou fazer bullying, principalmente com uma criança", disse. Veja a postagem:

Leia mais:
'Cheguei no limite', diz MC Gui ao ser hospitalizado com estresse