O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) julgará, na tarde desta terça-feira (10), recurso do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) contrário à absolvição do empresário Gustavo Correa, cunhado da apresentadora Ana Hickmann. Em 2016, Gustavo matou Rodrigo Augusto de Pádua, que se dizia fã da modelo, após esse ter invadido o hotel em que eles estavam hospedados, em Belo Horizonte.

De acordo com o TJMG, o julgamento do recurso será feito por três desembargadores a partir das 13h30. Gustavo foi absolvido em abril do ano passado pela juíza Malin Azis Sant'Ana, que entendeu que Gustavo agiu em legítima defesa.

No entanto, para o MP a postura do cunhado de Hickmann no caso não pode ser considerada de legítima defesa e sim homicídio doloso, pois Gustavo disparou três tiros na nuca de Rodrigo. O órgão pede que o acusado vá a júri popular.  

Ana Hickmann utilizou as redes sociais nessa segunda (9) e terça-feira (10) para pedir às pessoas que rezem por sua família neste momento de dor. Ana afirmou que confia na Justiça.

"Se Deus quiser, os desembargadores manterão a sentença absolutória, que entendeu que meu cunhado agiu em legítima defesa. Ele foi o Herói da história, salvou a minha vida e da Giovana", postou.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Hoje estou aqui para pedir para todos rezarem pela minha família, rezarem pelo Gustavo. Mais uma vez enfrentamos a justiça. Precisamos de força. A fé é o que nos acalma e da força. Mais uma vez temos que reviver a dor e a tortura que passamos naquele quarto de hotel, este pesadelo parece que não tem fim. Já choramos muito. O sofrimento não tem fim. O Gustavo foi um herói , nos salvou. Foi Deus quem deu coragem à Gustavo para enfrentar aquele psicopata armado , que atirou contra a minha cabeça, que acabou acertando Giovana , ele que estava pronto para tirar a vida de todos que estavam naquele quarto. O Gustavo já foi julgado e a Juíza de Minas Gerais absolveu meu irmão, legítima defesa. E agora ele está de volta para se defender .O Tribunal de Justiça de Minas Gerais irá julgar o recurso da Juíza que absolveu Gustavo. Não somos diferentes de ninguém. Respondemos a justiça igual a todo mundo. Mas não é possível que alguém que livrou a família de ser morta , ainda tenha que passar por isso. Todos devemos ter o direito de defender a própria vida e daqueles que amamos. Deus ilumine o Gustavo e o nosso advogado Dr Fernando José da Costa @gutoghbc @fernandojosedacostaadvogados #familia #fé

Uma publicação compartilhada por Ana Hickmann 🅰️➕ (@ahickmann) em

Leia mais:
'Na minha família, não existe bandido. Somos de bem', declara Ana Hickmann
Marido de Ana Hickmann diz que apresentadora voltou a receber ameaças
Ana Hickmann posta foto com Sérgio Moro: 'Nosso super ministro'