Familiarizado com o público tupiniquim, o Red Hot Chili Peppers retorna ao Brasil com turnê do disco The Getaway para sua terceira apresentação no Rock in Rio. Anteriormente, os californianos subiram ao palco da Cidade do Rock em outras três oportunidades (2001, 2011 e 2017), além de terem figurado entre as principais atrações de outros festivais do país, como Lollapalooza, Circuito Banco do Brasil e o extinto Hollywood Rock.

Com quase 40 anos de carreira, o Red Hot Chili Peppers segue gozando de prestígio no carente cenário do rock mundial. Apesar de ter sido formada ainda no início dos anos 80, a banda de Los Angeles só alcançou maior destaque em 1991, com o disco Blood Sugar Sex Magic, que alavancou o grupo com os sucessos Under the Bridge, Suck My Kiss, Breaking the Girl e Give It Away - esta última rendendo ao quarteto o Grammy de Melhor Performance de Hard Rock.

O final daquela década ainda reservou para o grupo outras cinco indicações ao prêmio por Californication, trabalho mais bem sucedido da banda, de 1999. Scar Tissue, principal single do álbum, venceu como Melhor Performance de Rock Vocal por Grupo ou Dupla.

Consolidado entre público e crítica, os anos 2000 seguiram prósperos para banda, que emplacou diversas turnês com os álbuns By the Way e Stadium Arcadium, incluindo uma série de três shows no Brasil em 2002. Desde 2007, o grupo conta com o guitarrista Josh Kinghoffer, que ocupou a vaga de John Frusciante após este sair da banda para seguir carreira solo.

A banda vai se apresentar no Palco Mundo do festival nesta quinta-feira, dia 3, a partir de 00h10. No mesmo dia, farão shows também Panic! At The Disco, Nile Rodgers & Chic e Capital Inicial.