Passa bem a repórter Leniza Krauss, uma das principais profissionais do “Cidade Alerta”, jornalístico da Rede Record, que sofreu um AVC durante a gravação de uma externa para o programa na quinta-feira (12).

A jornalista ficou dois dias internada na UTI em um hospital da Zona Sul de São Paulo, onde passou por uma observação e foi medicada, sendo liberada depois. Contudo, mesmo com a alta, não há previsão de retorno de Leniza ao programa.

No momento em que passou mal, a jornalista foi socorrida por um profissional da equipe, que a carregou no colo até o carro da reportagem, levando a repórter para o hospital.

Leniza é conhecida do grande público, e cobriu casos importantes como o de Gil Rugai, que foi acusado de matar o pai e a madrasta, e de Carla Cepollina, acusada da morte do coronel Ubiratan Guimarães.