Profundo conhecedor da história de Santos Dumont, retratado em sua última animação “Dilili em Paris”, o diretor francês Michel Ocelot não esconde a surpresa ao ouvir do repórter que o pai da aviação mundial não é muito lembrado em seu país natal.

“É um personagem que conheço há muito tempo. Lembro que não encontrei nenhuma biografia sobre ele em inglês e francês, apesar de Santos Dumont ter uma vida sensacional. A juventude dele é interessante, tendo feito coisas extraordinárias em Paris”, registra o realizador de 78 anos.

Em entrevista exclusiva ao Hoje em Dia, pouco mais de uma semana antes de sua participação no Seminário Internacional Pesquisas em Animação, promovido pela UFMG com início nesta segunda-feira (29), Ocelot destaca que Dumont é um personagem sedutor, audacioso e generoso.

Na animação, que pode ser vista no cardápio do canal Telecine (TV por assinatura), o inventor mineiro ajuda a protagonista Dilili a investigar uma série de sequestros misteriosos. “Normalmente meus filmes têm personagens que estão espalhados pelo mundo”, afirma.

Ocelot escolheu a época de 1900 para a trama “porque foi o último momento em que as mulheres usavam vestidos que iam até o chão”, destacando a beleza desse vestuário. “Em seguida, busquei bastante informação sobre a cidade de Paris e a época”, assinala.

 

 

Ele descobriu que havia um sem-número de gênios de vários países espalhados pela capital. “Fiz uma lista longa de todas as personalidades e escolhi as mais interessantes, do ponto de vista histórico e cinematográfico. Usei o máximo de estrelas possível. Santos Dumont era uma delas”.

Ocelot revela o desejo de realizar um longa-metragem animado sobre Dumont, citando possíveis pontos de interesse, como a infância dele no Brasil, em meio às plantações e a usina de café do pai, além da passagem dele por Paris, em que teve uma vida realmente inserida na cidade.

Ele adianta que, após uma  produção difícil como “Dilili em Paris”, buscou fazer algo leve, com histórias curtas. “A gente tem que respeitar o tempo de cada história. A gente não pode querer enganar”, avisa Ocelot, que prepara três episódios independentes de 25 minutos que serão reunidos num longa.

“Em uma delas, eu faço a ligação do Egito Antigo com o Museu do Louvre. Em outra, traz luz para uma província localizada em Auvergne, no meio da França. O terceiro, passado na Turquia, será uma fantasia sobre a ocupação, mas sem abordar política”, antecipa.

 

Presenças de Sylvan Chomet e Abi Feijó

O Seminário Internacional Pesquisas em Animação é uma realização do curso de Cinema de Animação e Artes Digitais (CAAD) da UFMG. Organizado pelos professores Mariana Tavares, Mauricio Gino e Arthur Spíndola será realizado de forma online e grauita, entre segunda (29) e sexta (3 de dezembro). Aberto ao público, poderá ser acompanhado pelo canal do curso no YouTube.

Com o objetivo de evidenciar pesquisas em animação e discutir as diferentes aplicações desta linguagem e técnica no campo das artes e sua interlocução com a memória e as poéticas digitais, contará com 28 palestras, dois lançamentos de livro e performace do artista visual Henrique Roscoe.

Com particpação de 10 pesquisadores e realizadores da Argentina, Chile, Colômbia, França, Peru e Portugal, além de outros estados brasileiros como Pernambuco, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, o seminário tem como destaque, além de Michel Ocelot (terça-feira, às 11h), traz outro importante animador francês, Sylvain Chomet, de premiado "As Bicicletas de Belleville", às 12h30

A conferência de abertura "Animação Portuguesa: Perspectivas na análise da atividade", às 10h15, será apresentada pela pesquisadora portuguesa Marina Estela Graça, seguida pela apresentação do animador Abi Feijó.  

Ao longo da semana, o público poderá conhecer a história da animação no Chile; filmes feitos por mulheres animadoras brasileiras, no projeto pioneiro Movimento Mulher Anima; 50 anos da animação pernambucana; a crise na Cinemateca Brasileira e o pioneirismo do ensino da animação em universidade brasileira, protagonizado pela Escola de Belas Artes.

 

Serviço

2º Seminário Internacional Pesquisas em Animação - 2021: Cinema & Poéticas Tecnológicas.

Período: de 29 de novembro a 3 de dezembro de 2021 (segunda a sexta)

Horário: das 9h às 12h e das 13h às 18h 

Inscrições e programação: https://eba.ufmg.br/caad/index.php/seminario/ 

(Inscrições para ouvintes até 29.11.2021. Inscritos com 75% de presença receberão certificado