A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais – Codemig anunciaram as 85 corporações civis contempladas pelo edital de doação de instrumentos musicais do programa Bandas de Minas 2015. Uma novidade é que, a partir desta edição, serão doados instrumentos de sopro, metal e percussão de qualidade, que contribuirão para a manutenção e aperfeiçoamento dos seus conjuntos musicais. Além disso, as escolas públicas estaduais das localidades mineiras contempladas ganham duas apresentações gratuitas das Bandas Civis, em formato de concerto didático.

Também é novidade o critério de ‘Região Territorial’, que considera onde está localizada a corporação musical concorrente.

“Recebemos mais de 300 inscrições. Além da consistência e da qualidade do trabalho, a Comissão Técnica de Avaliação procurou contemplar bandas das mais diferentes regiões do Estado, além de atentar para que corporações que nunca tinham sido beneficiadas pudessem receber o incentivo do Estado”, sublinha a diretora de Programas e Articulação Institucional da SEC, Janaína Maquiaveli Cardoso.

A escolha dos instrumentos adquiridos (pela SEC, com recursos provenientes da Codemig) conta com aval da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Na manhã da  última quinta (23), aliás, a Cidade Administrativa sediou a segunda sessão de análise de instrumentos, constituída pelo corpo técnico da orquestra mineira, vinculada à Fundação Clóvis Salgado.  “Procuramos avançar na especificação técnica dos instrumentos que integra o Termo de Referência do processo licitatório”, conta Janaína. Flauta transversal, clarinete, requinta, sax alto, sax tenor, sax barítono, sax soprano, sax horn, trompete, trompa, trombone de vara, trombone de pisto, bombardino, bombardão, sousafone, par de pratos, caixa de guerra, bumbo e surdo estão entre o total de cerca de 500 instrumentos doados.