O “Axé Minas com Bahia”, evento que reuniria Claudia Leitte e convidados neste sábado (21), na Arena BH, na Pampulha, foi cancelado pela Justiça por falta de segurança. A produtora do evento também não possuía alvará do Juizado de Menores para permanência de jovens de até 18 anos desacompanhado dos pais no local. Uma nova data foi remarcada para a atração: 4 de fevereiro, no mesmo local.

O embargo foi expedido pela juíza de plantão Flávia de Vasconcellos, do Juizado Especial Cível e da Fazenda do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). De acordo com a Polícia Militar, a estrutura montada não previa saída de emergência.

Os shows teriam início às 14h e Claudia Leitte subiria no palco às 20h. Milhares de pessoas já estavam na BH Arena quando o cancelamento foi anunciado no microfone pela empresa que produziu o evento.

Quinze mil ingressos foram distribuídos, trocados por um quilo de alimento não perecível. Outros foram comercializados para quem tinha interesse de participar do evento da área VIP. Embora o público tenha criticado a decisão, não houve tumulto. O Batalhão de Choque e a Guarda Municipal estiveram no local para acompanhar a saída das pessoas do local.

Pelo Twitter, Claudia Leitte divulgou uma nota lamentando o embargo, mas afirmou que a segurança dos fãs é o mais importante. “Infelizmente, fomos informados pela produtora @sunsidemusic que o evento foi embargado por questões de segurança - mesmo com tudo pronto e toda minha equipe e banda no local, sei que a integridade dos meus fãs é fundamental”, diz o texto.