Assistir à representação dos conflitos inerentes à vida a dois, temperada com pitadas de humor, pode ter um efeito terapêutico. Talvez este seja um dos motivos do sucesso da peça "A História de Nós 2", que volta a Belo Horizonte após atrair, ano passado, um público aproximado de seis mil pessoas, em apenas dois dias.

A comédia, que estreou em 2009, já foi vista por mais de 350 mil espectadores. Desta vez, são duas apresentações no sábado e uma no domingo, no teatro Sesiminas. No palco, Alexandra Richter e Marcelo Valle repassam a história de um casal na noite em que o marido vai buscar seus pertences no apartamento.

Para Alexandra, que interpreta Lena (uma mulher dividida entre a carreira, a maternidade e a paixão) o sucesso pode ser atribuído à identificação imediata que o público estabelece com a trama.

Vida "real"

"É a história de todos nós. Pode ser alguém casado, separado ou que esteja namorando. Retratamos um casal contemporâneo que tem que ser multifacetado. Tem gente que, após assistir ao espetáculo, brinca que parece ter sido colocado um gravador em casa", conta Alexandra, que não poupa elogios a Valle, o parceiro de cena.

A sintonia entre os dois, aliás, já havia sido testada no espetáculo "Divã". "É uma parceria de vida. Somos amigos e sempre pensamos em fazer uma peça sobre este tema. Procuramos a Lícia (Manzo), que nos apresentou esse texto. Nos apaixonamos e eu sempre falava que ia bombar", comemora a atriz.


"A História de Nós 2" – Sesiminas (Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia). Sábado às 18h30 e às 21 horas. Domingo às 19 horas. Ingressos - Antecipado: R$ 40 e R$ 20 (meia). No dia: R$ 50 e R$ 25 (meia). Informações: (31) 3241–7181.