Dois ícones da “música negra” feita no Brasil, Tony Tornado e a banda Black Rio abrem nesta quarta (25), às 21h, no Sesc Palladium (rua Rio de Janeiro, 1.046), o Festival de Arte Negra 2015. O evento ocupa diversos espaços até domingo, com atrações variadas, como a exposição do artista Jorge dos Anjos e show de Gaby Amarantos. Além do Palladium, o Parque Municipal, os teatros Francisco Nunes e Marília, o Circuito Liberdade, o Viaduto Santa Tereza e a Academia Mineira de Letras recebem atividades.

Em comemoração aos seus 20 anos de existência, o FAN BH este ano foi pensado a partir do tema “Encontros”, reforçando o caráter intercultural e a riqueza dos povos. Outras atrações que movimentam o festival são: Ilê Aiyê, Rico Dalasam e pratas da casa como Zaika dos Santos, Douglas Din, Carla Gomes, U Gueto, Samba da Meia Noite.

O FAN BH também promove ações como o Ubuntu – Encontro da Diversidade Religiosa, Cortejo e Encontro de Blocos, além de palestras e exibição de filmes da Cinemateca Francesa no Centro de Referência da Moda. Toda a programação oficial é gratuita – serão cobrados ingressos em alguns eventos associados.

Criado em 1995, no tricentenário de Zumbi dos Palmares, objetivando dar visibilidade à produção cultural dos povos africanos e seus descendentes, o FAN BH completa 20 anos de existência e sua celebração acontece em um momento icônico.

A 8ª edição ocorre justamente no primeiro ano da Década Internacional dos Afrodescendentes, cujo período é de janeiro de 2015 a dezembro de 2024. Trata-se de uma resolução da ONU, firmada em Assembleia Geral em 2013, cujo objetivo consiste em promover o respeito, a proteção e a realização de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais de afrodescendentes, como reconhecidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Segundo Rosália Diogo, uma das responsáveis pela curadoria do FAN BH, a população de BH se constitui de mais de 51% de população negra. O tema “Encontros”, diz, avalia “como está essa produção africana em Belo Horizonte, no Brasil e também fora”.

A tradição do presépio se une à reciclagem

Uma iniciativa que se configura como um contraponto a uma época em que o consumo é incentivado como se não houvesse amanhã. “Não é o cartão de crédito que vai tocar o coração das pessoas”, enfatiza Léo Piló, a quem foi delegada uma tarefa cujo resultado será apresentado a partir desta quarta (25), na Casa Fiat de Cultura: um presépio feito com material reciclado, confeccionado com a ajuda do público, que acorreu às oficinas com disposição para dar ideias – e colocar a mão na massa.

“Pessoas de todas as partes da cidade e de todas as faixas etárias: crianças, adolescentes, adultos, os mais maduros... Um grupo especial, que virou amigo, e que objetivou tocar o coração das pessoas”, diz Piló, que ressalta, ainda, que, mesmo após o horário de funcionamento da Casa Fiat, o presépio poderá ser uma extensão da tradicional visita à decoração da Praça da Liberdade, uma vez que ficará exposto na vitrine, com direito a iluminação especial.

“Em tempos nos quais é fácil reclamar, a ideia é incentivar o acolhimento, o compartilhamento, a memória, a tradição. Convocamos a sonhar. Estamos propondo sermos mais tolerantes”, diz Piló, cujo entusiasmo pode ser percebido a cada flexão de voz. Como quando lembra que, ao fim do trabalho, os poucos resíduos gerados foram devidamente repassados à Asmare. Digna de aplausos, pois, a iniciativa.

Presépio Casa Fiat de Cultura (Praça da Liberdade, 10). Até 6/1/2016. Nesta quarta (25), na abertura, às 19h30, haverá bate-papo com Piló e, depois, contação de histórias.

Já é hora de celebrar o Natal

Acontece nesta quarta (25), às 20h30, o 2º Concerto Especial de Natal, de Felipe Peletta. Além do tenor, estarão no palco a Orquestra Jovem Ramacrisna e membros da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

Com arranjos do violonista Eliseu Barros, Peletta interpretará canções de ninar compostas por Franz Schubert e Johannes Brahms, as “Wiegenlied”, passando por temas conhecidos, como “Adeste Fideles” e a consagrada “Ave Maria de Schubert”, até chegar ao rico cancioneiro natalino mundial, como “Feliz Navidad”, “Noite Feliz” e “Gloria In Excelsis Deo”.

Outro concerto reservado para esta quarta, embora não voltado para o repertório natalino, traz a Orquestra de Câmara Opus, que se apresenta a partir das 20h, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB BH). No repertório, obras do período romântico dos compositores Tchaikovsky, Brahms e Grieg.

“Orquestrando Brasil” é o nome do projeto idealizado e liderado pelo maestro Leonardo Cunha, que acontece mensalmente e conta com a participação de músicos convidados. Nesta quarta, porém, somente a Orquestra Opus, estará no palco.
 

Confira a programação completa do 8º FAN BH - Festival de Arte Negra de Belo Horizonte

Parque Municipal (av. Afonso Pena, 1377 – Centro)

25 de novembro - quarta-feira
Teatro Francisco Nunes
08h30 ∙ Festival Estudantil de Arte Negra – Áfricas na Cabeça - FANZINHO

26 de novembro - quinta-feira
- Palco Baobá
19h00 ∙ Douglas Din – Causa Mor (BH)
20h00 ∙ Carla Gomes (BH)
20h30 ∙ Rico Dalasam (SP)
21h20 ∙ Gaby Amarantos (Belém) com participação especial de Carla Gomes + Rico Dalasam

- Palco Ojá
18h00 ∙ DJ Fê Linz (BH)
23h00 ∙ Brascubazz in Concert (BH)

- Geral
08h30 ∙ A Escola na Roda de Capoeira - III edição - Geral - FANZINHO

27 de novembro - sexta-feira
- Palco Baobá
20h30 ∙ Iconili Toca Fela (BH)
22h00 ∙ Noite do Samba:  Dè Lucas e o Samba na Batuta (BH), Dona Elisa (BH) e Mestre Conga (BH), Nei Lopes (RJ) e Mariene de Castro (RJ)

- Palco Ojá
19h00 ∙ DJ Ibituruna - Coletivo Kassubodi (BH)

- Teatro Francisco Nunes
19h00 ∙ Espetáculo Quando efé - Cia Fusion de Danças Urbanas (BH)

28 de novembro - sábado
- Palco Baobá
17h00 ∙ Manu Dias – É samba que a nega quer (BH)
21h00 ∙ Banda Aláfia (SP) + Zaika (BH) + Mc Soffia (SP)
23h00 ∙ U Gueto – Vai Neguinho (BH)

- Palco Ojá
11h00 ∙ Espetáculo A Lenda de Ananse: Um Herói com Rosto Africano (BH) - FANZINHO
14h00 ∙ Narração da História Africana - FANZINHO
15h00 ∙ Espetáculo Histórias de Capoeira - Aline Cântia e Chicó do Céu (BH) - FANZINHO
19h00 ∙ Guilherme Ventura + Daniel Guedes convidam Yannick Delass (BH/Congo)  
23h59 ∙ DJ Baile da Saudade (BH)

- Teatro Francisco Nunes
16h00 ∙ Espetáculo Mulungu - Cia Evandro Passos (BH)

- Geral
11h às 17h ∙ Espaço de Leitura + Árvore Baobá - Árvore da Palavra - FANZINHO
14h30 ∙ UBUNTU – Encontro da Diversidade Religiosa
14h30 ∙ A Hora do Chá
15h45 ∙ Encontros Malungos: Companheiros Quilombolas (BH)

29 de novembro - domingo
- Palco Baobá
11h30 ∙ Cia Agnes (Centro Cultural Vila Santa Rita)
12h00 ∙ Marquim D Morais - Show da Alto do Morro (Centro Cultural Vila Fátima)
14h00 ∙ Semana Hip Hop Alto Vera Cruz + Meninas de Sinhá (Centro Cultural Alto Vera Cruz)
15h00 ∙ Bantuquerê (BH)
17h00 ∙ Batlle da Serra Bboys (Centro Cultural Vila Fátima) + Batalha da Pista – MCs (Centro Cultural UFMG)

29 de novembro - domingo – Palco Ojá
09h00 ∙ Encontro das Rodas de Capoeira (Centro Cultural Lindéia/Regina + Centro Cultural Urucuia)
10h30 ∙ Rosas do São Bernardo (Centro Cultural São Bernardo)
11h00 ∙ Oficina Tamborada (Centro Cultural Salgado Filho)

29 de novembro - domingo – Teatro Francisco Nunes
13h00 ∙ Cia dos Anjos e Sede de Cristo (Centro Cultural Vila Marçola)

29 de novembro - domingo – Geral
09h30 ∙ Contação de História: Livro: Sikulime e outros Contos Africanos - Adaptação de Júlio Emílio Braz (Centro Cultural Venda Nova)
10h às 16h ∙ Espaço de Leitura + Árvore Baobá- Árvore da Palavra - FANZINHO
10h00 ∙ Oficina construção da boneca Abayomi (Centro Cultural Venda Nova)
10h00 ∙ Oficina de Máscaras Africanas (Centro Cultural Jardim Guanabara)
13h30 ∙ Tamborada  de Minas (Centro Cultural Salgado Filho)
15h00 ∙ Concentração Cortejo: Afoxé Bandarerê

26 a 29 de novembro – Geral
18h às 23h59 (qui, sex), 11h às 23h59 (sab) e 10h0às 19h (dom)
∙ Exposição Jorge dos Anjos
∙ Intervenção de Artes Visuais #sernegroé
∙ Encontro das Cores - Exposição de Estamparias da UniBH
∙ OJÁ – Mercado de Trocas e Saberes
∙ Exposição de Leon Passos (Centro Cultural São Geraldo)

Cortejos

29 de novembro – domingo
Concentração
15h00 ∙ Parque Municipal - Afoxé Bandarerê
15h00 ∙ R. Guaicurus- Cortejo da Baianas Ozadas
15h00 ∙ Viaduto Santa Tereza - Cortejo do Bloco Afro Magia Negra
15h     ∙ Viaduto Floresta – Cortejo do Bloco Afro Fala Tambor e as Sambadeiras
15h00 ∙ R. Sapucaí - Cortejo do Bloco Oficina Tambolelê


Praça da Estação

29 de novembro – domingo
16h00 ∙ Encontro dos Blocos Afoxé Bandarerê, Baianas Ozadas, Bloco Afro Magia Negra, Bloco Afro Fala Tambor e as Sambadeiras, Bloco Oficina Tambolelê, Bloco Afro Ilê Aiyê
17h00 ∙ Bloco Afro Ilê Aiyê

Viaduto Santa Tereza

27 de novembro- sexta-feira
23h59 - Samba da Meia Noite (BH) + Fuzuê D'Aruanda (RJ)

Praça da Liberdade

21 a 29 de novembro
∙ Exposição Jorge dos Anjos

Centro Cultural Banco do Brasil (Praça da Liberdade, 450 - Funcionários)

26 a 30 de novembro
09h00 às 21h00 ∙ Exposição do Jorge dos Anjos
         ∙ Exposição Muthianas e Capulanas de Moçambique
26 de novembro - quinta-feira
20h00 ∙ Espetáculo NEGR.A, Coletivo Negras Autoras (BH)
27 de novembro - sexta-feira
20h00 ∙ Espetáculo Movimento nº1 - Silêncio Depois - Coletivo Negro (SP)
28 de novembro – sábado
20h00 ∙ Espetáculo Cartas à Madame Satã ou Me Desespero sem Notícias Suas - Cia Os Crespos (SP)
29 de novembro – domingo
19h00 ∙ Espetáculo Memórias de Bitita – O coração que não silenciou – Circo Teatro Olho da Rua (BH)
30 de novembro – segunda-feira
∙ Cinema - Njinga - Rainha de Angola – horários no www.fanbh.com.br


Memorial Minas Gerais Vale (Praça da Liberdade, s/n – Funcionários)

25 a 29 de novembro
09h às 17h30 (ter, qua, sex, sab), 10h às 21h30 (qui), 10h às 15h30 (dom)
∙ Exposição Panfletos abolicionistas e Exposição Nós do Cabelo
∙ Aos Pés do Baobá
∙ FAN Indica – Sessão de filmes da Midiateca

26 de novembro - quinta-feira
14h00  ∙ Cinema Afro-brasileiro: L’ile Veilleuse (França). Euzhan Palcy. Documentário/55’
15h00  ∙ Encontros na Cena – Performance: Políticas de Ação Afirmativa combate as violências contra a população negra, diversidade sexual. Convidados: Coletivo Negro (SP), Cia os Crespos (SP) e Grupo dos 10 (BH). Performance musical: Grupo dos 10  
18h00 ∙ Cinema Afro-brasileiro: La Force de Regarder Demain (França). Euzhan Palcy. Documentário/52’
19h10 ∙ Cinema Afro-brasileiro: Viva Riva! (Bélgica, França, Congo). Djo Tunda Wa Munga. Drama/98’

27 de novembro - sexta-feira
11h00 ∙  Cinema Afro-brasileiro : Virgem Margarida (França, Moçambique, Portugal). Licínio Azevedo. Drama /90’
15h00 ∙ Encontros na Cena – Performance: Mulher Negra Arte e Educação para as Relações Étnico Raciais. Convidados:  Débora Almeida (RJ), Teatro Olho da Rua (BH), Grupo Teatro Negro e Atitude (BH),  Coletivo Negras Autoras (BH).  Performance teatral: Sete Ventos Café - Débora de Almeida
16h20  ∙ Cinema Afro-brasileiro: Notre Etrangere (Burkina Fasso, França). Sarah Bouyain. Drama/82’

28 de novembro - sábado
11h00 FANZINHO ∙ Cinema Afro-brasileiro: Aya de Yopougon (França). Clément Oubrerie, Marguerite Abouet. Animação/84’
15h00 ∙ Encontros na Cena - Performance: Formação artística e de público, danças negras, combate e enfrentamento ao Racismo. Convidados: Nildinha Fonseca (Salvador), Cia Étnica (RJ) e Cia Evandro Passos (BH). Performance:  Anderson Feliciano (BH)
16h20 ∙ Cinema Afro-brasileiro: Kodou (França, Senegal). Ababacar Makharam. Drama/89’ – Classificação: 16 anos


Teatro Marília (av. Alfredo Balena, 586 - Santa Efigênia)

26 a 28 de novembro
09h00 ∙ Oficina de Dramaturgia Autoralidade Negra com Grace Passô e Anderson Feliciano
29 de novembro – domingo
18h00 ∙ Warley Henrique  - Pra quem não me conhece (BH)

Sesc Palladium (rua Rio de Janeiro, 1046 – Centro)

25 de novembro - quarta-feira
21h00 ∙ Projeto Mesa Brasil Musical: Black Rio convida Tony Tornado

26 de novembro - quinta-feira
20h00 ∙ Projeto Salve o Compositor! Mostra da canção popular mineira - Show Roger Deff

26 a 28 de novembro
Espaço Multiuso
09h00 ∙ Oficina Dança Nildinha Fonseca (Salvador)

27 a 29 de novembro
Projeto Cine Sesc Palladium- Mostra Kilimanjaro de Cinema Africano. Horários www.sescmg.com.br

29 de novembro - domingo
19h00 ∙ Projeto: Pauta em Movimento, Espetáculo “Chica” - Cia Étnica (RJ)

25 a 29 de novembro
09h00 às 21h00 ∙ Projeto Café@Mostra com Paulo Nazaré

Academia Mineira de Letras (rua da Bahia, 1466 - Centro)

27 de novembro - sexta-feira
09h30 ∙ Abertura Encontros Literários
10h00 ∙ Literaturas transantlânticas femininas e negras.
Paulina Chiziane (Moçambique), Conceição Evaristo (Brasil) e Cristiane Sobral (Brasil). Mediação: Simone Teodoro (Biblioteca Infantil e Juvenil de Belo Horizonte)
14h00 ∙ Encontros Literários: A resistência de mulheres negras através dos séculos. Profas. Lívia Natália (UFBA) e Patrícia Gomes (UFBA), Prof. Eduardo de Assis Duarte (UFMG). Mediação: Rodrigo Marçal dos Santos (Núcleo de Relações Étnico-Raciais/Secretaria Municipal de Educação)
17h00 ∙ Lançamento de livros e coletiva de autógrafos.
18h00 ∙ Ciclo de Debates - Conheça Mais. Tema: A arte e a vida da escrita, com as escritoras: Elisa Lucinda e Madu Costa


Biblioteca Pública Infantil e Juvenil (rua Carangola, 288 – Santo Antônio)

25 de novembro - quarta-feira
13h30 ∙ Oficina África: introdução geral, com o professor e pesquisador Luiz Arnaut
26 de novembro - quinta-feira
14h00 ∙ Atividade Literária Catando piolhos, contando histórias com o pesquisador e escritor Daniel Munduruku – FANZINHO

Centro de Referência da Moda - Rua da Bahia, 1149 – Centro

- Mostra de Cinema Afro-brasileiro
26 de novembro - quinta feira
09h00 FANZINHO
∙ Chico Rei em Movimento – André Sobral/13’
∙ Chico Rei – Escravidão – André Sobral /3’
∙ Aya de Yopougon (França). Clément Oubrerie, Marguerite Abouet. Animação/84’

14h00 FANZINHO
∙ Chico Rei em Movimento – André Sobral/13’
∙ Chico Rei – Congado – André Sobral /3’
∙ Aya de Yopougon (França). Clément Oubrerie, Marguerite Abouet. Animação/84’

19h30 FANZINHO
∙ Chico Rei em Movimento – André Sobral/13’
∙ Chico Rei – Mulheres – André Sobral /3’
∙ Aya de Yopougon (França). Clément Oubrerie, Marguerite Abouet. Animação/84’

27 de novembro - sexta feira
09h00
∙ Chico Rei em Movimento – André Sobral/13’
∙ Chico Rei – Sincretismo das canções - André Sobral /3’
∙ Examen D’état (Congo). Dieudo Hamadi. Documentário/92’

14h00
∙ Chico Rei em Movimento – André Sobral/13’
∙ Chico Rei – O encontro das Santas – André Sobral /3’
∙ La Petite Vendeuse de Soleil (França, Senegal, Suíça). Djibril Diop Mambéty. Drama/44’

19h30
∙ Chico Rei em Movimento – André Sobral/13’
∙ Chico Rei – Tradição Oral – André Sobral /3’
∙ Aujourd’hui (França, Senegal). Alain Gomis. Drama/86’

28 de novembro - sábado
15h00 ∙ Au Rendez-vous de La Conquete (França). Euzhan Palcy. Documentário/57’
16h00 ∙ Vozes da Resistência: Os quilombos urbanos de Belo Horizonte (Brasil). Zuleide Filgueiras. Documentário/100’
18h00 ∙ Simplicidade – Mozart Secundino de Oliveira (Brasil). Amanda Gomes e Daniela Meira. Documentário/65’
19h20 ∙ Tango Negro – As Raízes Africanas do Tango (Angola, França). Dom Pedro, Louise de Prémonville. Documentário/93’


Pela Cidade

26 a 29 de novembro
∙ Intervenções Artes Visuais - O Temporário e o Transitório


PROGRAMAÇÃO ASSOCIADA

NECUP – Núcleos de Estudos de Cultura Popular - Av. Nossa Sra. de Fátima, 3312 – Carlos Prates
28 de novembro – sábado
16h00 ∙ Oficina de Percussão com o Ylê Ayiê (Salvador)

Museu de Artes e Ofício - Praça Rui Barbosa, 600 – Centro
25 de novembro – quarta-feira
19h00 ∙ Ampliando Horizonte - O Ofício das Trançadeiras – Identidade, Arte e História

Espaço Arte Jacques Levy - Rua Alagoas, 415 - Funcionários
21 a 30 de novembro
09h às 18h0(seg a sex) e 09h às 12h (sab) ∙ Exposição Arte Afro-judaica


SERVIÇO
FAN BH - Festival de Arte Negra
Evento: 8o FAN BH – Festival de Arte Negra de Belo Horizonte
Data: 25 a 29 de novembro de 2015.
Informações pelo site:  www.fanbh.com.br
Toda programação oficial é gratuita. Pode haver cobrança de ingressos na  programação associada
Inscrições das oficinas pelo site