Termina hoje a primeira etapa do julgamento que vai escolher o vencedor do 13º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. Dezesseis juízes de empresas públicas e privadas irão fazer a análise sensorial das 1.758 amostras inscritas. O julgamento é feito no Centro de Excelência do Café, em Machado, no Sul de Minas.

Todas as amostras que obtiverem pelo menos 84 pontos passam para a segunda fase seguindo critérios definidos pela Associação Americana de Cafés Especiais (SCAA). O resultado será anunciado em novembro. 

O concurso é promovido pela Emater-MG, pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Universidade Federal de Lavras (Ufla), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe).