Mestres do terror como John Carpenter, Wes Craven, Brian De Palma e George Romero tiveram que se reinventar nos anos 1990, quando os sustos tiveram que atender a toda família buscando um maior rendimento nas bilheterias. “O discurso passou a envolver um universo familiar, mas foram muito criticados por isso”, destaca Bruno Hilário, um dos idealizadores da mostra “Espasmos do Medo”, que começa hoje no Cine Humberto Mauro.

Dedicada ao cinema de terror realizado naquela década, a seleção encerra a trilogia iniciada com filmes dos anos 70. “É interessante perceber essa evolução do gênero, partindo de sua consolidação até ter que buscar outra faceta, adotando um certo moralismo”, observa Bruno, que usa como exemplo “Jurassic Park”, longa de Steven Spielberg sobre dinossauros que não está presente na mostra.

“Ele tem algumas cenas construídas como filme de terror, mas o grosso é uma aventura com ficção científica, algo mais familiar e diferente em relação ao que o diretor fez nos anos 70, quando mostrou tubarão comendo criancinhas”, compara o coordenador. Apesar de bastante alvejados pela crítica, ele salienta que esses trabalhos têm bastante a acrescentar, valendo uma revisão.

Até mesmo a série “Pânico” merece um lugar de respeito, segundo Bruno, ao reintroduzir elementos do slasher movies, com assassinos psicopatas que matam aleatoriamente – comum nos filmes lançados na década de 80. “Ao rever algumas cenas de ‘O Novo Pesadelo: O Retorno de Freddy Krueger’, falávamos que foi ali que o diretor Wes Craven teve a ideia de ‘Pânico’, com situações em que Krueger ligava para a mocinha e a ameaçava”.

Com entrada franca, a programação da mostra seguirá até o dia 28 e fará uma parada nos anos 2000, além de exibir obras de Zé do Caixão, o maior nome do terror brasileiro. 

PROGRAMAÇÃO

SEXTA

15h Alucinações do Passado, de Adrian Lyne (Jacob's Ladder, EUA, 1990)

17h Louca Obsessão, de Rob Reiner (Misery, EUA, 1990)

19h O Silêncio dos Inocentes, de Jonathan Demme (Silence of The Lambs, EUA, 1991)

21h15 Cabo do Medo, de Martin Scorsese (Cape Fear, EUA, 1991)

SÁBADO

 14h As Criaturas Atrás das Paredes, de Wes Craven (The People Under the Stairs, EUA, 1991)

 16h O Novo Pesadelo: O Retorno de Freddy Krueger, de Wes Craven (A New Nightmare, EUA, 1994)

 18h15 Pânico, de Wes Craven (Scream, EUA, 1996)

 20h15 Síndrome de Caim, de Brian De Palma (Raising Cain, EUA, 1992)

 DOMINGO

16h A Bruxa de Blair, de Daniel Myrick, Eduardo Sánchez (The Blair Witch Project, EUA, 1999)

18h O Sexto Sentido, de M. Night Shyamalan (The Sixth Sense, EUA, 1999)

20h Cubo, de Vincenzo Natali (Cube, CAN, 1997)

TERÇA

15h |Trauma, de Dario Argento (EUA-ITA, 1993)

17h A Metade Negra, de George A. Romero (The Dark Half, EUA, 1993)

19h15 Dois Olhos Satânicos, de Dario Argento e George A. Romero (Two Evil Eyes, EUA, 1990)

21h30 Bullet Ballet, de Shinya Tsukamoto (JAP, 1998)