O Festival de Fotografia de Tiradentes chega à sua 6ª edição e traz uma programação consistente e diversificada. A partir desta quinta-feira (9) e até domingo (13), a cidade histórica recebe artistas e curadores para discutir a fotografia contemporânea e a expressão desta arte.

Consolidado como um dos festivais nacionais mais importantes para a fotografia autoral brasileira, este ano, exposições, workshops, palestras, debates, lançamentos de livros, projeções noturnas e atividades educativas sobre a temática visam destacar a comunicação da fotografia por meio dos livros.

Cerca de 8 mil pessoas são esperadas ao longo dos cinco dias de evento. A programação é voltada também para a comunidade local de Tiradentes, que tem a oportunidade de participar do compartilhamento de experiências.

Trinta artistas foram convidados para ministrar 14 palestras gratuitas e 13 workshops que estão com chamadas abertas para inscrição antecipada aqui.

Os cursos de qualificação visam estimular a produção criativa em diferentes possibilidades e explorar a fotografia na arte contemporânea e na capacidade crítica de criar novos mundos.

 

Workshop

O workshop "Processos Criativos em Fotografia" ministrado por Eustáquio Neves faz parte da programação. Foto: Nidin Sanches

Pra não perder

Expositores nas galerias mais importantes do Brasil, com trabalhos reconhecidos no exterior, os mineiros Pedro Motta, Cao Guimarães e Rosângela Rennó são presenças confirmadas no Ciclo de Ideias (encontros-palestras para aproximar grandes fotógrafos contemporâneos, curadores e pesquisadores do público presente).

Já a fotógrafa argentina Julieta Escardó, responsável pela feira de fotolivros de Buenos Aires, Feria de Libros de Fotos de Autor, vai apresentar uma mostra com 30 livros de autores argentinos e uma palestra sobre o panorama da edição de fotolivros na América Latina.

A programação conta ainda com palestras dos ganhadores da Bolsa de Fotografia do Instituto Moreira Salles. Os trabalhos discutirão a seleção de retratos antigos de pessoas anônimas que foram descartados por terem algum erro ou distorção (Helena Martins-Costa); e ainda tratarão dos postais norte-americanos do século 20 com imagens de enforcamentos realizados por tribunais dos movimentos de supremacia racial branca (Coletivo de Fotografia Garapa)

Exposições

A grande mostra desta edição é assinada pelo francês Marcel Gautherot. Com curadoria de Cristiano Mascaro e Eugênio Sávio, a mostra apresenta fotos feitas pelo artista em Minas Gerais nas décadas de 1940 e 1950, com foco em Congonhas e Ouro Preto.

O fotógrafo e pesquisador Amir Brito Cadôr também integra a programação e exibirá um recorte da Coleção Livro de Artista da UFMG. Os visitantes terão a oportunidade de conhecer a primeira coleção do gênero em uma universidade pública do Brasil.

 

Exposição na rua dentro do Festival de Tiradentes

A cidade histórica fica sob os ares do festival de quinta até o próximo domingo

 

Prêmio

Outro destaque desta edição é o lançamento do livro Oriente, da fotógrafa Anna Kahn, vencedora da primeira edição do Prêmio Foto em Pauta para livro de fotografia.

As fotografias tem como tema o esquecimento, utilizando o ideograma Ji Zhu, que significa “Você não pode esquecer”, em chinês.

A artista foi convidada pelo curador Jean Loh, de Shanghai, para uma residência artística no interior da China em 2013, que deu início à série de imagens que compõe o ensaio Ji Zhu - um trabalho que retrata a ausência, a solidão e o silêncio.

Vale lembrar que o prêmio Foto em Pauta é resultado de uma parceria entre o Foto em Pauta, a Editora Tempo d’Imagem e a IPSIS Gráfica e Editora que recebeu, em 2015, 114 projetos de fotolivros de autores estreantes para concorrer à publicação.

Serviço
6º Festival de Fotografia de Tiradentes
Quando: 9 a 13/3
Onde: Centro Cultural Yves Alves (rua Direita, nº168, Tiradentes)
Programação completa? Acesse aqui