Sete torcedores foram presos no início da tarde desta quarta-feira (26), na sede de uma torcida organizada do Atlético, na avenida Abílio Machado, no bairro Alípio de Melo, na região Noroeste de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), os torcedores estavam com um revólver calibre 38, canivete, barras de ferro, martelo e pedaços de pau com os dizeres “Noroeste”, uma referência à sede da torcida Galoucura. Foi encontrado ainda uma bucha de maconha e anabolizantes.

Segundo o tenente Henrique Rabelo, do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam), quatro dos detidos são de uma torcida organizada do Botafogo e teriam vindo à capital para dar apoio à Galoucura. Um dos torcedores tem passagem na polícia por provocação, tumulto e violência, crimes enquadrados no Estatuto do Torcedor.

A polícia chegou até os suspeitos após receber uma denúncia anônima. O denunciante informou que uma torcida estava se organizando para ir ao jogo pela Copa do Brasil, entre Cruzeiro e Atlético, às 22h, no estádio do Mineirão. Os detidos, porém, alegaram não serem os donos do revólver. "A arma foi encontrada dentro de um armário da sede da torcida", contou Rabelo.

Os torcedores foram levados para a Central de Flagrantes (Ceflan) I, no bairro Floresta, região Leste de Belo Horizonte.

Atualizada às 15h50.