A abertura da 51ª edição do Festival de Inverno da UFMG está programada para a tarde desta quinta-feira (11), em Tiradentes, na região Central de Minas. Também nesta data, as inscrições para participação em oficinas e residências artísticas serão finalizadas. 

Segundo a organização, o evento está estruturado em torno dos eixos memória e patrimônio, que têm inspirado debates fundamentais, motivados tanto por catástrofes, como os incêndios do Museu Nacional e do Museu da Língua Portuguesa, quanto pelo questionamento de políticas públicas para o setor.

"A Universidade tem a responsabilidade de participar do debate, e resolvemos fazer isso por meio de políticas e projetos sobre patrimônio em curso na Instituição. Articulamos ações bem-sucedidas e outras iniciadas em imóveis de inestimável valor histórico que integram o conjunto de espaços culturais  da UFMG", explica o professor Fernando Mencarelli, diretor de Ação Cultural, responsável pela organização do evento.

Programação

Nesta quinta, às 15h, o Centro de Estudos e Biblioteca, na cidade, volta a receber, em nova configuração, as atividades do festival. No espaço, pesquisadores, grupos e centros de estudos associados desenvolverão projetos sobre temas de maior impacto no município e região, em campos como história, meio ambiente e arte. Além disso, a instituição passa a abrigar coleções do acervo do poeta Affonso Ávila.

Em seguida, está programado o debate "230 anos da Inconfidência Mineira", com os professores José Newton Coelho Meneses, do Departamento de História da Fafich, Thais Nivia Fonseca, da Faculdade de Educação, e Christianni Cardoso Morais, da Universidade Federal de São João del-Rei.

Mais tarde, às 19h, o Centro Cultural Sesiminas Yves Alves exibe o documentário "Paisagem – um olhar sobre Roberto Burle Marx". Dirigido por João Vargas Penna, o filme conta a vida e a obra de Roberto Burle Marx (1909-1994), responsável por diversos projetos paisagísticos em Tiradentes.

Assista ao trailer oficial do documentário:

Leia mais:
Daniela Mercury, Djonga e Moraes Moreira na Virada Cultural
Virada Cultural: veja os destaques de teatro, circo e dança da programação
Rock, samba, forró, rap: confira o roteiro da Virada Cultural para cada estilo musical