Os amantes da gastronomia de boteco serão convidados a degustar delícias em 30 estabelecimentos da capital durante a Virada Cultural de Belo Horizonte, programada para os dias 20 e 21 de julho. O evento vai contar com o "Viradão", um circuito gastronômico formado por bares e restaurantes da área central que vão destacar pratos para serem apreciados durante as 24 horas de festa, com valores de até R$ 20.

A curadoria é assinada pelo jornalista Nenel Neto, autor do Baixa Gastronomia, projeto que divulga a gastronomia gostosa e sem frescura da cidade. No Instagram, a iniciativa tem mais de 117 mil seguidores. "O público tem a livre escolha de pedir o que quiser nos locais selecionados, mas faremos uma curadoria gastronômica para sugerir o que encontramos de melhor”, adianta Nenel.

Feijão tropeiro, mexidão, carne cozida de estufa, joelho de moça, linguiça de estufa, cachorro quente, acarajé e empadinha estarão no cardápio. Haverá opção para veganos, vegetarianos e apaixonados por doces, também. A lista de estabelecimentos, pratos e valores será divulgada, em breve, no www.viradacultural.pbh.gov.br/2019.

A Virada Cultural de BH vai apresentar 24 horas de eventos artísticos na região central da cidade. Ao todo, serão cerca de 400 atrações gratuitas e a expectativa é de que 500 mil pessoas participem.

Leia mais:

Virada Cultural de BH divulga lista com pré-selecionados via edital

Daniela Mercury afirma que participará da Virada Cultural de BH