Com repertório do Clube da Esquina e parcerias com Milton Nascimento e Elis Regina, Wagner Tiso e Tunai atraíram aos poucos o público no palco Barão de Limeira, na tarde deste domingo (21) na Virada Cultural.
 
Entre os presentes, ciclistas que estacionavam pelos Campos Elíseos, casais e cachorros com seus donos.
 
A dupla emendou a passagem de som com o começo do show -tanto que o início do espetáculo pareceu confuso. Só ficou claro que o show havia começado quando Tunai fez referência a Tom Jobim para agradecer a presença da plateia. "Sem vocês, meus amores, nós não somos ninguém."
 
Grande parte do repertório foi dedicado a canções de Tiso e Milton imortalizadas na voz de Elis Regina, como "Nada Será Como Antes" e "Maria, Maria".
 
Tiso não falou sobre a morte do amigo e companheiro de Clube da Esquina, Fernando Brant, há uma semana. Mas homenageou o parceiro em um arranjo ao piano, em que misturou clássicos letrados pelo compositor mineiro como "Travessia", "Ponta de Areia", "Nos Bailes da Vida" e "Maria, Maria" - esta também cantada por Tunai.
 
A dupla lembrou Brant em outro momento do show, com "Para Lennon e McCartney".
 
Na saideira, Tunai tocou seu maior hit, "Frisson", com coro da plateia.
Saíram aplaudidos e o público, mesmo "com o sol na cabeça" (como na letra de "Trem Azul", que cantaram), pedindo bis.