O youtuber Desmond Amofah, mais conhecido como Etika, de 29 anos, foi encontrado morto em Nova York menos de uma semana após ter sido dado como desaparecido, informou a polícia da cidade nesta terça-feira, 25.

Segundo o BuzzFeed News, autoridades descobriram o corpo de Amofah no East River na segunda-feira (24), após receberem uma chamada de emergência. No sábado, 22, investigadores recuperaram itens pessoais do youtuber perto da Ponte de Manhattan. A causa da morte não foi confirmada.

Os fãs estavam preocupados com o desaparecimento e o bem-estar de Amofah depois que ele publicou um vídeo de quase oito minutos, na semana passada, em que falava sobre sua saúde mental.

"Eu realmente não tive intenção de me matar", disse na gravação, que foi excluída e republicada por outras pessoas no YouTube. "Mas eu sempre vou longe demais. Eu acho que estou mentalmente doente", completou.

Nessa mesma publicação, ele pedia desculpas por ter traído as pessoas e "deixado um legado tão manchado". "Espero que minha história ajude a tornar o YouTube um lugar melhor de alguma forma no futuro."

Ele ainda alertou as pessoas sobre o uso excessivo das mídias sociais. "Isso pode acabar com você. Pode dar uma imagem sobre o que você quer que sua vida seja e pode ser completamente desproporcional. Infelizmente, isso me consumiu."

No Twitter, a polícia de Nova York lamentou informar que o corpo de Etika havia sido encontrado: