Após 4 meses de internação, morre mulher agredida por reagir a cantada

Estadão Conteúdo
26/07/2016 às 15:27.
Atualizado em 15/11/2021 às 20:01

A diarista Michelle Ferreira Ventura, de 30 anos, faleceu no último sábado, 23, depois de quatro meses internada vítima de espancamento. Segundo testemunhas, Michelle sofreu as agressões após ter reagido a cantadas de um homem, na Ilha da Conceição, em Niterói, cidade na região metropolitana do Rio. Em resposta à reclamação, o criminoso teria golpeado a vítima com socos e um pedaço de madeira.

O crime aconteceu na noite de 13 de março, um domingo. Ela estava internada no Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, em estado grave. A vítima passou por cirurgia neurológica no Centro de Tratamento Intensivo (CTI), mas ficou com sequelas.

A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Niterói (Deam) informou que Leonardo Bretas Vieira Mendes foi indiciado pela morte de Michele e está preso. "O inquérito policial foi encaminhado à Justiça com relatório final e representação pela decretação da prisão preventiva do autor", informou, em nota, a Polícia Civil.

Michele deixa três filhos.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por