Susto, êxtase e lágrimas: a festa do torcedor do Galo na sede de Lourdes

Lucas Borges
@lucaslborges91
02/12/2021 às 21:23.
Atualizado em 08/12/2021 às 01:12
 (Lucas Borges)

(Lucas Borges)

Lucas Borges

Atleticanos foram à sede do clube comemorar o bicampeonato brasileiro conquistado após 50 anos

Acabou a espera. Quase 50 anos depois, o Atlético é campeão do Campeonato Brasileiro novamente. E a taça foi sacramentada de forma dramática, em uma vitória que mexeu com a emoção do torcedores alvinegros. 

No bairro de Lourdes, onde está a sede do clube e é um tradicional reduto dos atleticanos, centenas de pessoas se reuniram para ver a partida. 

Com muita empolgação, festa e cerveja, os alvinegros acompanharam o duelo disputado em Salvador nos bares e até mesmo nas ruas no entorno da sede. 

Buzinas, gritos e outras manifestos em prol do Atlético completavam o clima de expectativa e otimismo que tomava conta do ambiente. 

Susto e êxtase 

Após um primeiro tempo de poucas emoções, dois gols do Bahia na segunda etapa deram um susto e colocaram água no chope dos atleticanos que acompanhavam o duelo nas televisões voltadas para a rua. 

Entretanto, a apreensão virou apoio ao time e êxtase após a virada relâmpago do time comandado pelo técnico Cuca. 

Os três gols do Galo levaram os atleticanos à loucura. Valeu de tudo, fogos, banho de cerveja e abraços, muitos abraços em desconhecidos. 

Após o apito final, a festa tomou conta. A euforia gerou correria, gritos, pulos. Muitos torcedores, ainda atônitos com o épico triunfo, não sabiam nem ao certo como comemorar. 

Muitos permaneceram no quarteirão fechado da rua Rio Grande do Sul, esquina com a avenida Olégario Maciel, outros, subíramos a Olégario, entoando o hino do clube, rumo a sede. 

Lágrimas

Torcedor fanático do Atlético, o advogado Lucas Auer estava em lágrimas após a partida. 

O atleticano, que estava cercado de amigos para assistir ao jogo, contou quando o sonho do título começou a se tornar realidade e contou qual sentimento do momento. “Minha ficha começou a cair após a vitória sobre o Juventude. É um sonho. E com uma vitória dessas (sobre o Bahia) da forma que foi, fecha com chave de ouro a campanha”. 

Também muito emocionado, o estudante de Medicina, Victor Lage, deu o tom da fera alvinegra. “O que é do homem o bicho não come. Foram 50 anos de espera, agora é comemorar. A alegria é grande demais”. 

E mais torcedores continuam a chegar à sede de Lourdes, em uma festa que não tem hora para acabar.

Compartilhar
Logotipo Hoje em DiaLogotipo Hoje em Dia

Fale conosco: (31) 3253-2207

ASSINEDigitalATENDIMENTO AO ASSINANTEBelo Horizonte 31 3236-8000Interior 31 3236-8000
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por