Vinte e três detentas testam positivo para a Covid-19 no presídio de Pará de Minas

Rosiane Cunha
rmcunha@hojeemdia.com.br
07/06/2021 às 18:23.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:07
 (Google Street View/Reprodução)

(Google Street View/Reprodução)

Vinte e Três das 76 detentas da Penitenciária Doutor Pio Canedo, em Pará de Minas, no Centro-Oeste de Minas Gerais, testaram positivo para a Covid-19. 

De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), as presas estão assintomáticas ou com sintomas leves da doença e cumprem quarentena dentro da própria unidade. "As celas em que se encontram estão isoladas e são rotineiramente desinfectadas", informou a pasta nesta segunda-feira (7). 

Ainda segundo a Sejusp, Mins adotou um "modelo pioneiro no país de circulação restrita de detentos no período de pandemia" com a criação de 30 unidades de referência, que funcionam como centros de triagem e portas de entrada para novos custodiados do sistema prisional.

Dessa forma, todas as pessoas presas são encaminhadas para uma unidade específica em cada região e ficam, pelo menos, 15 dias em quarentena e observação, evitando possível contágio caso fossem encaminhadas de imediato para outros presídios. 

Em setembro de 2020, o Departamento Penitenciário (Depen-MG) retomou as visitas presenciais no sistema prisional, de acordo com as ondas do Minas Consciente de cada macrorregião. "As unidades prisionais seguem os protocolos previstos para a onda da macrorregião na qual estão localizadas, exceto aquelas que são classificadas como portas de entrada". 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por