Como dizer “não” sem parecer o vilão da história

23/08/2021 às 16:45.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:44

Uranio Bonoldi*

Você geralmente diz “sim” para tudo que te pedem? E ainda acaba cedendo a pedidos mesmo estando com a sua agenda cheia? Então está na hora de começar a dizer “não”. Principalmente para se tornar um bom líder, às vezes, é preciso colocar o pé no chão e recusar algumas solicitações, mesmo quando é uma boa oferta.

Responder negativamente ideia ou pedido pode ser difícil; muitas pessoas não se sentem bem ao fazer isso achando que poderiam ofender ou chatear alguém. Porém, dizer “não” é tão importante quanto dizer “sim”, e é necessário por muitas razões. Se você for cuidadoso, é possível recusar uma oportunidade sem se sentir mal ou parecer rude.

Sendo assim, vou compartilhar quatro maneiras de enquadrar seu “não”, para que seja uma experiência positiva para todos os envolvidos.

• “Não sei se sou a melhor pessoa para isso” – Muitas vezes a solicitação não está dentro do seu conhecimento ou zona de conforto. Talvez seja algo que você não sinta motivação em fazer ou não case com seus valores. Seja qual for o motivo, a conclusão é que você se importa e não quer decepcionar. Nessa situação, recomendar alguém mais qualificado demonstra a vontade de ajudar.

• “É uma ótima ideia! Mas...” – Comece com algo positivo, elogiando sinceramente ou agradecendo a pessoa por pensar em você e pela sugestão. Em seguida, você pode acrescentar um motivo honesto por que não pode aceitar a solicitação. Quando você explica a razão, as pessoas entendem e dificilmente ficarão chateadas ou desmotivadas.

• “Vou pensar a respeito” – Essa é uma maneira educada e profissional de pedir mais tempo para considerar a ideia ou pedido quando você realmente acredita que vale a pena pensar a respeito com mais calma. Analisar a proposta quando conseguir dedicar toda a sua atenção nisso é melhor para os dois lados. É importante que você dê a resposta em algum momento, ainda que negativa, pois não é nada profissional não retornar ao seu interlocutor.

• “Eu tenho outra ideia”– Se precisar recusar alguma ideia, sugerir uma nova solução vai amenizar a quebra de expectativa. Com uma proposta diferente, você traz algo positivo para a conversa e consegue manter um bom relacionamento com os envolvidos.

É importante ressaltar que muitas pesquisas sugerem que, quando tomamos uma decisão de uma maneira que nos permite mudar de ideia mais tarde, tendemos a nos questionar se foi a decisão correta. Portanto, quando recusamos alguma proposta, precisamos nos esforçar para focar nos benefícios dessa negativa, nos afastando do arrependimento ou culpa que poderíamos sentir.

Entender e respeitar nossas prioridades é uma parte fundamental do processo. Recusar uma solicitação libera tempo para aquilo que é mais importante para você. Seja qual for o caso, concentre-se no resultado positivo que o seu esforço para declinar algo da maneira correta pode trazer; é possível construir melhores relacionamentos e abrir portas para o futuro mesmo dando uma resposta negativa.

*Consultor em planejamento estratégico e governança corporativa

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por