Conforto para os dias quentes: Primavera-Verão pede peças elegantes e atemporais

Flávia Ivo
fivo@hojeemdia.com.br | @flaviaivo
20/09/2020 às 08:00.
Atualizado em 27/10/2021 às 04:35
 (Lore/Divulgação)

(Lore/Divulgação)

A primavera já dá o ar da graça em BH com o florescer das sapucaias e raros ipês brancos, em meio ao aumento da circulação de pessoas na cidade. O tempo é quente e assim deve permanecer mesmo com a entrada da época chuvosa em outubro. Todo esse cenário, mesmo sob o pesar da pandemia, vem de encontro às novidades da moda para a temporada.

Em termos de ideias e tendências, cuja projeção é realizada pelas marcas com mais de um ano de antecedência, uma concretização foi vista, diz o consultor em negócios de moda Rodrigo Cezário. No entanto, a pandemia fez surgir novas necessidades.

“Marcas fazendo roupas voltadas para um conforto mais elegante, para que você possa ficar em casa e também ir para a rua. É o homewear se misturando com o streetwear, voltado para o comfy”, explica o especialista, que é co-realizador do Brasil Digital Fashion Week, evento de moda on-line nacional que reunirá, de 21 a 25 de setembro, negócios, desfiles e conteúdos.

em

  

Essa demanda do consumidor por mais aconchego nas peças de roupa também foi percebida pela WGSN, consultoria internacional de mercados. “As tendências continuam desacelerando à medida que o conforto e as peças 'eternas' são priorizadas”, descreve o relatório “Análise de Varejo Verão 2020” divulgado pela empresa. Com “peças eternas”, a WGSN quer dizer que há uma busca dos clientes pela atemporalidade, sustentabilidade e qualidade.

“Já existe uma tendência que vinha sendo percebida em várias marcas nas semanas de moda internacionais que vinham trabalhando com materiais e ou produtos excedentes, em termos de sustentabilidade. Essa é uma tendência forte”, pontua o consultor Rodrigo Cezário.SClub e Frutacor/Divulgação

Blusas: Trabalhadas com babados, mangas bufantes e outros detalhes, já que são as peças que aparecem em chamadas de vídeo. Nesta montagem, peças das marcas mineiras SClub e Frutacor

Leia mais sobre moda em:

Tecidos

Um dos fatores que tornam blusas, vestidos e outros itens do guarda-roupa confortáveis é, sem dúvidas, o tecido escolhido para a confecção. Quanto mais natural, mais respirável é e mais refresco promove. Para a atual temporada Primavera-Verão, malhas, algodão e linho chamam a atenção.SClub/Divulgação

Branco: É, definitivamente, a cor predominante nas coleções do Primavera-Verão. Transmite sensações de limpeza, paz e liberdade

Escolhas feitas pela marca mineira Alphorria, que, para a coleção “Solos”, explorou a cultura do Brasil, desde a riqueza natural aos movimentos musicais como Bossa Nova e Tropicália. “A pesquisa para a criação teve um olhar atento para a essência e estética da rica diversidade do Brasil. Por isso, os tecidos de bases naturais foram o ponto alto na criação das peças. Viscoses naturais, linhos, tricoline de algodão e seda pura são alguns dos exemplos que refletem essa busca por uma sofisticação já presente na nossa natureza”, observa a gerente de marketing da Alphorria, Janaína Andrade.Guilherme Barros, Lume e Victor Dzenk/Divulgação

Vestidos longos: No topo das pedidas para a temporada, conferem um ar elegante e, ao mesmo tempo, despojado. São confortáveis e práticos

Confira, na galeria de imagens, algumas das peças das coleções de marcas:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por