Com seus mais de 1,5 milhão de quilômetros quadrados, à primeira vista São Paulo pode assustar qualquer visitante. A maior cidade das Américas oferece uma série de atividades, mas o turista desavisado pode acabar ficando perdido ou gastar muito dinheiro só em táxis. A melhor opção, no caso, é usufruir do metrô.

Na Linha 1, que faz o trajeto Tucuruvi-Jabaquara, é possível conhecer a Pinacoteca do Estado de São Paulo. É só descer na Estação da Luz. Considerado um dos museus mais importantes do País, a Pinacoteca foi fundada em 1905 e possui um acervo de mais de sete mil peças. Próximo também fica o Museu da Língua Portuguesa, que reúne curiosidades sobre a nossa língua com interatividade.

O Mosteiro de São Bento fica próximo da Estação São Bento. O local – que já hospedou o então papa Bento XVI, em 2007 – é uma morada de monges e realiza missas de cantos gregorianos. Depois, faça um lanchinho no Café Girondino e estique a visita até a 25 de Março, ponto tradicional de comércio.

Pela Linha 2, é possível chegar à avenida mais famosa da cidade: a Paulista. Pela Estação Trianon-Masp, é possível conhecer o Parque Tenente Siqueira Campos (Trianon), que data de 1892, o MASP – um dos símbolos da cidade e dono do mais importante acervo de arte ocidental de todo o Hemisfério Sul – e o Reserva Cultural, que exibe filmes alternativos. A linha 2 também é utilizada por quem quer curtir a noite na boêmia Rua Augusta.

A Linha 3 é o acesso ao Memorial da América Latina, próximo á Estação Barra-Funda. Com o tradicional desenho dos projetos de Oscar Niemeyer, o Memorial foi inaugurado em 1989. Possui esculturas, a Praça Cívica – com 12 mil metros quadrados e capacidade de 40 mil pessoas, abrigando manifestações culturais dos países latino-americanos, shows e peças – e a Galeria Marta Traba.

O passeio pelo metrô termina na Linha 4. Pela Estação Butantã, é possível chegar ao Butantan Food Park, com uma série de food trucks, a novidade gastronômica do momento. Na Estação Faria Lima, o turista pode conhecer o Instituto Tomie Ohtake, que busca aproximar o público leigo da arte.

*Com Igor Patrick