Empreendedorismo

Setor de franquias retoma fôlego em Minas e fatura R$ 3,3 bilhões em 12 meses

Izamara Arcanjo
Especial para o Hoje em Dia
22/06/2022 às 19:11.
Atualizado em 22/06/2022 às 19:16
 (Studio F Imagem / ABF FRANCHISING / Divulgação)

(Studio F Imagem / ABF FRANCHISING / Divulgação)

Foi aberta nesta quarta-feira (22), em São Paulo (SP), a 29ª edição da ABF Franchising Expo, considerada a maior feira de franquias e negócios do mundo. O evento representa o setor que tem recuperado grande parte dos impactos causados pela pandemia de Covid-19, ao registrar crescimento de quase 14% em 12 meses. De acordo com dados da Associação Brasileira de Franquias (ABF), esse setor faturou R$ 3,3 bilhões em Minas Gerais, o que representa um crescimento de 6,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

Em número de unidades, o mercado mineiro expandiu 12,3%, com 16.224 operações. Na feira, estão 14 marcas mineiras dos segmentos de alimentação, educação, moda, saúde, beleza, turismo e entretenimento.

De acordo com a diretora regional da ABF em Minas, Danyielle Van Straten o setor de franquias vem sendo beneficiado pelas ofertas de pontos de locação que surgiram a partir do fechamento das lojas de ruas, impactadas pela pandemia, além de um grande movimento de interiorização. “Durante a pandemia, muita gente se mudou para o interior em busca de melhor qualidade de vida e, agora, estão querendo levar para cidades menores, as empresas de que eram fãs na capital. O interior de Minas é muito atrativo para o setor, pois existem marcas locais, mas não o poder de uma franquia”, avalia a diretora.

Ainda segundo Danyielle, o desemprego e a vontade de empreender têm ajudado o setor de franchising. “As pessoas estão buscando uma flexibilidade maior, tanto de tempo quanto em relação ao local de trabalho. E a franquia é uma ótima opção, pois temos formatos em que você pode atuar de casa ou de qualquer lugar do mundo. Temos desde microfranquias, franquias volantes e até que demandam investimentos maiores”, afirma.

Para o presidente da ABF, André Friedheim, o ambiente da feira ABF Franchising Expo continua sendo indicado para quem vai abrir o primeiro negócio, principalmente em um momento de retomada econômica. “Quem investe em uma franquia já parte com vantagens em relação a quem abre um negócio isolado. Isso porque, além da menor taxa de mortalidade, adquire um modelo de negócio, produto ou serviço já desenhado e testado. Por fim, opera com uma marca conhecida”, ressalta Friedheim.

O evento em São Paulo reúne cerca de 450 marcas expositoras e espera receber quase 60 mil visitantes até o próximo sábado (25), no Expo Center. Atualmente, o franchising brasileiro fatura cerca de R$ 185 bilhões e dispõe de mais 171 mil unidades no país, gerando quase 1,5 milhão de empregos diretos.

Empreender com seguros
O crescimento do setor de seguros é um dos que gera novas oportunidades para quem sonha empreender. Em 2021, a receita do segmento chegou a R$ 51,2 bilhões, um crescimento de 12,7% em comparação com o ano anterior, segundo dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

A área de seguros registrou prêmios de R$ 29,3 bilhões em março de 2022, apresentando um aumento de 19% em relação ao mesmo mês do ano anterior, revela a Susep. No acumulado de janeiro a março de 2022 também foi observado um crescimento acima de dois dígitos (15%), ficando em R$ 82 bilhões.

O segmento de seguros individuais faturou R$ 318,2 milhões em Minas no primeiro trimestre de 2022, o que representa uma alta de 14,6% em relação ao mesmo período de 2021. De acordo com o vice-presidente de franquias da Prudential no Brasil, Humberto Madeira, o mercado de seguros foi ainda mais favorecido pela pandemia. O medo gerado pelas incertezas nas áreas de saúde e economia fizeram disparar as vendas de seguros de vida. “Apesar desse crescimento, temos um potencial ainda muito grande para expandir, pois apenas 15% da população brasileira tem seguro de vida”, afirma Madeira.

A Prudential é líder de mercado na região, com 42% de market share. Hoje, Minas é o segundo estado do país mais representativo para a seguradora no segmento individual com cerca de 14% de participação.

A seguradora atua com um modelo de franquias e, somente em 2021, abriu 200 novas operações. Hoje são cerca de 1,6 mil corretores franqueados atuando pelo país. A meta é chegar a três mil em cinco anos. A franqueadora oferece quatro pontos de apoio que a rede de franqueados pode utilizar como suporte em Minas. São mais de 30 em todo o país, nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. “A previsão é que a empresa lance outros serviços e novidades em agosto e setembro deste ano e para isso, estamos de olho no mercado mineiro”, reforça Humberto Madeira.

Leia Mais

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por