Victor, Rafael, Michael e Matheus Mendes. Esses são os quatro goleiros que Jorge Sampaoli tem à disposição no Atlético. Cada um deles possui sua história e suas próprias características. Mas um fator em especial pode ser importantíssimo na corrida pela titularidade: além de ser decisivo com as mãos, será crucial a eles saber jogar com os pés.

Este é um ponto que o argentino sempre salientou como fundamental para um homem da posição. Nos bastidores, especula-se que Sampaoli já estaria atrás de um arqueiro, e que Martín Campaña, do Independiente, da Argentina, e que defende a seleção uruguaia, seria seu favorito.

Atlético

Em sua apresentação oficial na Cidade do Galo, nesta segunda-feira (9), quando questionado sobre os goleiros do time alvinegro, Sampaoli se limitou a dizer que vai avaliar cada um deles.

“Goleiro, para nós, é fundamental. É quem inicia todo o jogo. É fundamental termos um goleiro que jogue (com os pés) e que não tenha medo de jogar assim. Vamos avaliar os goleiros que estão aqui”, afirmou ele, dando a entender, no entanto, que os atletas da posição deverão se acostumar a esta nova filosofia.

“Sabemos que essa maneira de jogar não é a maneira que o Atlético está acostumado. Vamos ver quem poderá atuar assim”, disse.

Recentemente, o Atlético contratou o ex-cruzeirense Rafael, apresentado na última quarta-feira (4), em negociação que já vinha sendo realizada antes da vinda de Sampaoli.