Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA/RJ) será o dono do apito no primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro. Considerado um dos principais árbitros o futebol brasileiro na atualidade, o carioca venceu o sorteio e terá sua segunda experiência comandando o grande clássico de Belo Horizonte.

A estreia de Wagner Magalhães no confronto entre Galo e Raposa traz boas recordações aos atleticanos. Em partida válida pela pelo segundo turno do Brasileirão de 2017, o clube alvinegro venceu de virada a equipe celeste por 3 a 1 em jogo marcado pela grande atuação e os dois gols do atacante Robinho na segunda etapa. O jogo não teve grandes polêmicas nem expulsões.

Por outro lado, o árbitro Fifa apitou o jogo do título da sexta Copa do Brasil do Cruzeiro. Entretanto, o jogo decisivo na Arena Corinthians foi recheado de lances polêmicos e a arbitragem foi muito questionada.

Com a utilização do VAR, Wagner marcou um pênalti muito contestado para a equipe da casa. Já mais para o fim da partida, o sistema de vídeo foi novamente acionado e anulou o gol de Pedrinho, que seria o da virada do clube paulista. Foi marcada uma falta de Jadson em cima do zagueiro Dedé. O uruguaio Arrascaeta ainda faria o gol do título da Raposa.

Mais uma vez um árbitro de fora do estado vai ser o responsável por comandar a final do estadual. No ano passado, Dewson Freitas da Silva (Fifa/PA) e Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP) foram os escolhidos para as decisões do Campeonato Mineiro

 

*Hugo Lobão sob supervisão de Alexandre Simões