Mais um dos pedidos especiais do técnico Jorge Sampaoli, o lateral-direito Mariano foi apresentado na manhã desta terça-feira (4) na Cidade do Galo. Vindo do Galatasaray, da Turquia, ele chegou sob recomendação do comandante argentino, com o qual criou forte vínculo em 2017, ano em que trabalharam juntos no Sevilla, da Espanha.

Mais maduro e com o currículo recheado de títulos, o jogador de 34 anos retorna ao clube após saída conturbada, em 2008, quando tinha apenas 22. Acompanhando o Atlético e conhecedor do 'estilo Sampaoli', Mariano compara o jeito de jogar do alvinegro com aquele que implementou Sampaoli ao chegar no alviverde da Espanha.

Leia mais:
Mariano retorna ao Atlético após 12 anos e afirma: 'aprendi muito com o que aconteceu em 2008'

"Hoje eu tenho esta facilidade de entender o que ele (Sampaoli) pede. Vi os últimos jogos do Atlético. É o mesmo estilo que jogávamos quando ele chegou no Sevilla. Tivemos que nos adaptar o mais rápido possível. Era um estilo de jogo pegado e agressivo, que necessita estar bem fisicamente. Você tem que seguir aquilo que ele pede, pois cobra muito nos treinamentos", comentou o lateral.

"A conversa que tivemos foi normal. Tivemos um contato muito bom na época de Sevilla, onde terminamos a Liga Espanhola em quarto. Quando ele veio para o Brasil, para o Santos, mandei mensagem, assim como fiz quando acabou o campeonato. Dei os parabéns pelo o que ele conseguiu. Acompanhava muito o futebol brasileiro. Ele sabia que eu estava aproximando do término de contrato no Galatasaray e que minha prioridade era de retornar ao Brasil. O Sampaoli veio para o Atlético e me perguntou se eu viria se pintasse a oportunidade. Eu disse que era só ele me chamar", finalizou.

Mariano assinou com o Atlético até 2022.