Após garantir a classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores, o elenco do Huracán-ARG passou um verdadeiro sufoco em Caracas, na Venezuela.

O ônibus que levava os jogadores ao aeroporto perdeu os freios e acabou tombando. Felizmente, o acidente não deixou vítimas.

Porém, o meia Patricio Toranzo, um dos principais atletas do time, teve quatro dedos do pé esquerdo amputados, segundo informações preliminares divulgadas pela imprensa argentina.

"Ele pode continuar jogando. O dedão está bem, é de onde vem a maior parte do apoio do corpo", afirmou o médico Fernando Locaso ao Diário Olé.

Além de  Toranzo, Diego Mendoza e o preparador físico Pablo Santella foram atendidos num hospital próximo ao local. Eles receberam os impactos mais fortes no acidente.

"Estamos todos bem. Os meninos que se feriram foram atendidos. Tranquilidade para nossos familiares", escreveu o atacante Ramón Abila no Twitter.

* Atualizada às 19h59