O gol de Leonardo Silva, que garantiu a vitória do Atlético por 1 a 0 sobre a Caldense, no último sábado (9), no Estádio Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas, foi o sexto, dos 35 já marcados por ele com a camisa do Galo, a garantir uma vitória do clube.

A última vez que ele tinha garantido uma vitória ao Galo foi em 31 de janeiro de 2016, num 1 a 0 sobre o Uberlândia, no Parque do Sabiá.

Zagueiro que mais balançou a rede na história atleticana, apesar de sua função principal ser evitá-los, pela sua altura (1,92m), ele é uma arma alvinegra desde a primeira temporada na Cidade do Galo, que foi em 2011.

Logo de cara mostrou sua força neste tipo de jogada e balançou as redes adversárias seis vezes, um recorde, que foi igualado em 2012 e 2015.

Mas o gol mais famoso de todos, e o mais importante da história do clube, foi em 24 de julho de 2013, de cabeça, aos 41 minutos do segundo tempo, decretando os 2 a 0 sobre o Olimpia, do Paraguai, na partida de volta da decisão da Copa Libertadores. Com isso, o jogo foi para a prorrogação e depois o Atlético garantiu o título na disputa de pênaltis.

Na trajetória do camisa 3 há até mesmo gol que foi dele e depois tirado. Na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2012, o árbitro Paulo César de Oliveira deu para Leonardo Silva o segundo gol atleticano na vitória por 3 a 2 sobre o Cruzeiro, no Independência. No dia seguinte, corrigiu a súmula e anotou Marcelo Oliveira, contra.

Sumula Galo 3x2 Cruzeiro 2012

DIFERENÇA

Apesar da menor qualidade técnica dos adversários, o Campeonato Mineiro perde na comparação de gols com o Brasileirão, que conta com os principais clubes do país.

O gol deste sábado, sobre a Caldense, em Poços de Caldas, foi apenas o quinto de Leonardo Silva no Estadual, onde já disputou 65 partidas. Isso dá uma média de 0,07 por jogo.

Na Serie A do Campeonato Brasileiro, onde é o zagueiro com o maior número de gols, somando suas participações por todos os clubes, ele já balançou a rede 25 vezes com a camisa atleticana. Isso em 216 partidas, o que dá uma média de 0,11.

VÍTIMAS

Como marcou 71% dos seus gols pelo Atlético no Brasileirão, são de outros estados as maiores vítimas de Leonardo Silva. São Avaí e Botafogo, que foram vazados três vezes, cada, pelo zagueiro alvinegro.

O time catarinense ainda carrega mais duas marcas. É o único a ter sofrido dois gols de Leonardo Silva, pelo Atlético, num mesmo jogo. E foram os dois primeiros do zagueiro pelo Galo, em 28 de maio de 2011, num 3 a 1 no Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Dos 35 gols de Leonardo Silva pelo Atlético, 23 foram marcados como mandante. O deste sábado, diante da Caldense, foi o 11º na casa do adversário. Há ainda um em campo neutro, num 3 a 0 sobre o Schalke 04, da Alemanha, em 13 de janeiro de 2016, em Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, pela Florida Cup.